Prefeitura de Rondonópolis embarga obra de prolongamento da ferrovia

Primeira Hora, com Assessoria

Primeira Hora, com Assessoria

Prefeitura de Rondonópolis embarga obra de prolongamento da ferrovia
Assessoria

Prefeitura de Rondonópolis embarga obra de prolongamento da ferrovia

Uma ação de fiscalização da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo terminou no embargo das obras de expansão dos trilhos da ferrovia senador Vicente Vuolo na tarde desta segunda-feira (11). Os fiscais verificaram que, mesmo após pedido administrativo pela paralisação dos serviços no local, a empresa Rumo descumpriu a determinação e continuou trabalhando sem a devida documentação.

Veja também: Marco Histórico | Obras da 1º ferrovia estadual estão em andamento com a construção de cinco viadutos

O documento de embargo da obra foi entregue ao representante da empresa contratada pela Rumo Logística para executar os serviços. O embargo se deu pela ausência da certidão de uso e ocupação de solo.

Prefeitura embarga obra de prolongamento da ferrovia

Com isso, a obra de expansão dos trilhos não pode continuar até que seja apresentada a certidão. A fiscalização do município vai continuar monitorando as obras no local e caso seja descumprido o embargo, a empresa poderá ser autuada com pagamento de multa diária que pode chegar a 250 mil UFR (Unidade Fiscal de Rondonópolis).

O prefeito José Carlos do Pátio já declarou que não é contra a expansão dos trilhos da ferrovia, desde que não passe pelo perímetro urbano de Rondonópolis. “É preciso ter uma alternativa para que o traçado não passe por dentro do bairro”, comentou defendendo que a ferrovia é muito importante para o estado.

Veja também: Sema garante licença e novo traçado da Ferrovia pode ter obra iniciada

Acompanhe nosso Instagram e Twitter do Primeira Hora para mais conteúdos informativos.

+ Acessados

Veja Também