Por um voto; CEI do Coronavírus é arquivada pelos vereadores de Rondonópolis


A Câmara de Vereadores arquivou  em sessão extraordinária nesta sexta-feira (22) o projeto que previa criação de uma Comissão Especial de Inquérito. Os vereadores favoráveis à investigação conseguiram dez votos para a abertura do processo. Para ir à frente a CEI era preciso 11 dos 21 votos, ou seja faltou apenas um voto.

Vale destacar que como não houve empate em número de votos, o  presidente da Casa, Cláudio da Farmácia (MDB) que havia assinado o requerimento ficou impedido de votar, pois houve uma abstenção do vereador Vilmar Pimentel (SD) .

Nove vereadores da base do prefeito votaram contra a abertura.

Confira o documento oficial da votação

Confira como votaram os vereadores de Rondonópolis

A CEI tinha como objetivo principal apurar denúncias de irregularidades em compras públicas, durante o período de Pandemia do Coronavírus para a prefeitura.

Caso fosse aprovada, o presidente seria o vereador Roni Magnani, autor do requerimento e o relator o vereador Hélio Pichioni. 

O último prefeito que respondeu a uma CEI em Rondonópolis foi Alberto de Carvalho em 1998.

Leia mais sobre o assunto:

Roni Magnani deve presidir CEI do Coronavírus na Câmara de Rondonópolis

CEI do Coronavírus deve ser rejeitada por não ter votos suficientes na Câmara de Vereadores