CEI do Coronavírus deve ser rejeitada por não ter votos suficientes na Câmara de Vereadores

CEI do Coronavírus não deve alcançar os 11 votos para ser aprovada pelo Legislativo; tendência é rejeição em plenário de requerimento.

Será realizada amanhã (22), às 10h00 na sede da Uramb, uma Sessão Extraordinária para apreciação do Projeto de Resolução nº 06 do Poder Legislativo Municipal, para votação da abertura da CEI (Comissão Especial de Inquérito).
O requirimento que pede a criação da CEI é de autoria do vereador Roni Maganani (SD) e conta com dez assinaturas. A medida para valer precisa passar pelo plenário, onde terá que ter no mínimo 11 votos garantidos.
Um levantamento feito com exclusividade pelo Primeira Hora mostra que a proposta não deve passar, pois não tem votos suficientes para tanto.
Para esclarecer o leitor, a CEI , de acordo com o regimento interno da Câmara, para ser apresentada no plenário precisa de sete assinaturas, no entanto após ser apresentada, o projeto de resolução que cria a mesma precisa passar pelos vereadores com maioria simples.
A CEI pede investigações em compras públicas realizadas sem licitação no período da Pandemia do Coronavírus.
A Sessão Extraordinária será na Uramb, devido a reforma do Plenário Ulysses Guimarães, tendo acesso restrito ao público para evitar aglomeração, e aberta à imprensa.
Leia mais sobre o assunto: