Detran-MT e Batalhão de Trânsito realizam pit stop educativo em escolas de Cuiabá

Picture of Detran-MT

Detran-MT

Foto: Detran-MT

Detran-MT e Batalhão de Trânsito realizam pit stop educativo em escolas de Cuiabá

Durante a ação, os pais, responsáveis, professores e alunos são orientados sobre condutas mais seguras no trânsito

Compartilhe:

Equipes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) e do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar realizam pit stop educativo em três unidades escolares do bairro Jardim Vitória, em Cuiabá, com orientações de segurança no trânsito. A ação iniciou nessa quarta-feira (08.11) e segue até sexta-feira (10.11).

Segundo a coordenadora de Ações Educativas do Detran-MT, Gresiella Almeida, durante a ação, os pais, responsáveis, professores e alunos são orientados sobre condutas mais seguras no trânsito.

“Estamos fazendo abordagens orientativas e de divulgação nas unidades escolares contempladas para o momento de culminância do projeto No trânsito, Fica Esperto, onde teremos apresentações voltadas a educação para o trânsito de forma lúdica e com muito humor com a dupla Nico e Lau”, disse.

Durante a conversa com os estudantes e professores, também estão sendo entregues convites para o show dos humoristas Nico e Lau, que será realizado no próximo sábado (11.11), a partir das 19h, na praça do bairro Jardim Vitória, em Cuiabá. 

“Convidamos todos os moradores do bairro Jardim Vitória e região para prestigiar este momento de interação das forças de segurança com a sociedade, com o principal objetivo de alertar para a percepção dos riscos no trânsito”, completou a coordenadora.

Com o tema “No trânsito, fica esperto”, a apresentação cultural da dupla Nico e Lau levará muito humor e mensagens educativas para um trânsito mais seguro.

O show é uma parceria do Detran-MT com o Instituto Leverger e será o primeiro de uma sequência de apresentações com enfoque no trânsito que serão realizadas em Cuiabá, Várzea Grande e municípios do interior como Nova Mutum, Cáceres, Dom Aquino e Itanhangá.

A ação é custeada com recursos de uma emenda parlamentar do deputado estadual Gilberto Cattani (PL), repassados ao Instituto Leverger.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp