Câmara faz sessão extraordinária para votar novo IPTU

vereadores cobram solução para o pátio rondon

A Câmara de Vereadores deve votar nesta segunda-feira, às 15 horas, dois projetos do executivo que versam sobre o IPTU. Um dos projetos prevê a revisão da planta imobiliária de município, e dependendo da região pode representar, na prática, um aumento do IPTU que pode variar entre 30 a 80%.

O outro projeto que vai entrar em votação nesta sessão extraordinário, versa sobre a cobrança de IPTU em novas áreas no perímetro urbano de Rondonópolis. Na verdade são localidades dentro do município que ainda não há tabelas e nem cobrança de IPTU.

Deste dois projetos, tudo indica que o primeiro deve ser retirado da pauta pela liderança do prefeito,  pois não há clima e nem votos para aprovação. A medida precisa de 14 votos e deve ter no máximo cinco a seis votos.

A retirada deste projeto foi conversada com o prefeito. O segundo projeto, no entanto, deve ser aprovado, pois estaria cobrando imposto de novas áreas que não pagam IPTU, inclusive os chamados condomínios horizontais que foram criados no ano passado e neste ano.

O prefeito Zé Carlos do Pátio  classificou esse projeto como Robim Wood em um menção ao famoso personagem que tira dos ricos para dar ao pobres. O projeto entra na pauta na sessão extraordinária dessa segunda-feira, justamente para cumprir o período de noventena. A cobrança de novos impostos necessita de ao menos 90 dias para passar a ter validade.

Vereador alerta que este não é o momento para votar aumento do IPTU

Vereadores da base devem pedir para prefeito retirar projeto do IPTU