Prefeitura e UFR inauguram Laboratório de Biogeoquímica Ambiental para levar pesquisas de ponta até os pequenos produtores rurais

da-assessoria

da-assessoria

Foto: Gcom

Prefeitura e UFR inauguram Laboratório de Biogeoquímica Ambiental para levar pesquisas de ponta até os pequenos produtores rurais

A Prefeitura de Rondonópolis inaugurou nesta quinta-feira (30), em parceria com a Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), o Laboratório de Biogeoquímica Ambiental, que irá funcionar junto a Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária no campus da universidade. Na inauguração, o prefeito José Carlos do Pátio reforçou o objetivo da gestão municipal em firmar parcerias como essa com instituições de ensino, incentivando o desenvolvimento científico e a aplicação deste para ajudar as comunidades locais, contribuindo para fomentar a economia, a preservação ambiental e a melhoria da condição de vida da população.

“Quando instalamos a sede da Secretaria de Agricultura no campus da universidade era justamente parcerias como essa, que vai ajudar os pequenos agricultores, as comunidades rurais de Rondonópolis, que queríamos. Temos que incentivar a ciência e poder usar esse conhecimento para melhorar a vida da nossa população”, disse o prefeito.

A reitora da UFR, Analy Polizel, acrescentou que é fundamental haver essa interação entre comunidade e universidade. “É muito importante haver essa interação entre a comunidade e a universidade, e no caso do laboratório, por meio da agricultura familiar, contribuir para o desenvolvimento da economia local”.

O professor do Instituto de Ciências Agrárias da UFR, Edicarlos Damascena, explicou que o Laboratório de Biogeoquímica Ambiental, permitirá a realização de trabalhos com todas as questões relacionadas ao agroecossistema. “Podemos trabalhar com avaliações do solo, de qualidade de planta, de forragem, até avaliações da emissão de gases de efeito estufa e de sequestro de carbono”, destacou.

Ele apontou ainda que essa parceria com a Prefeitura vai oportunizar que a UFR continue realizando pesquisas de ponta, com aplicação local, avaliando as relações de solo, planta, animal e atmosfera. “A intenção é realizar as pesquisas para atendimento da comunidade local”.

Para que as pesquisas possam ajudar os pequenos produtores locais, o secretário Municipal de Agricultura e Pecuária, Ramon Borges Figueira, ressaltou que a pasta irá cadastrar as comunidades e agricultores familiar e coletar as amostras de solo dessas propriedades para que as análises sejam realizadas e possam contribuir para que os pequenos agricultores aumentem a produtividade.

Participaram ainda da inauguração do Laboratório de Biogeoquímica Ambiental na manhã desta quinta-feira, o vice-prefeito Aylon Arruda, que destacou a importância de levar essas pesquisas de ponta até o pequeno produtor rural e assim, ajudá-los a melhorar o solo, produzir mais, ampliando a renda e melhorando a qualidade de vida; e, o presidente do Sanear, Paulo José Correia, que reforçou a importância da Prefeitura investir em parcerias com instituições de ensino para que o conhecimento chegue até a comunidade e contribua para melhorar a qualidade de vida de todos.

+ Acessados

Veja Também