Pátio tem quatro nomes para o comando da Coder

Prefeito está na dúvida entre Mara Gleibe, Argemiro, Leandro Arduini e Vilmar Pimentel

Prefeitura anuncia duplicação de trecho da BR-163 que busca melhorar o fluxo de veículos
Pátio tem quatro nomes colocados para a Coder Foto:Wheverton Barros

O prefeito Zé Carlos do Pátio (SD) estuda pelo menos quatro nomes para colocar no comando da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), que desde a última sexta-feira, está sem presidente, em razão do pedido de demissão da titular da empresa de economia mista Nívea Calzolari.

Mara Gleibe ao lado da ex-presidente da Coder

Entre os nomes estão a secretária de Governo do município , Mara Gleibe Fonseca. Ela tem a seu favor o fato de já ter administrado a empresa de economia mista na primeira gestão de Pátio. Mara, por outro lado, já deixou claro que não tem interesse de sair do Governo. A secretaria mantém ótimas relações de amizades com Nívea e foi uma das que mais defenderam a permanência dela na Coder.

Outro nome cotado é o secretário de Administração, Leandro Arduini. Ele faz parte de um seleto grupo de pessoas que trabalhou com Pátio, desde quando ele era deputado na Assembleia.

Leandro é homem de confiança de Pátio

Arduini foi chefe do setor de licitação no primeiro mandado do atual prefeito e na gestão de Percival Muniz também comandou a licitação.

Pátio ainda mantém a vontade de levar Argemiro Ferreira para Coder e o nome do secretário de Gestão de Pessoas chegou a ser ventilado como praticamente certo na semana passada. Pátio e Argemiro se conhecem há décadas, quando ambos eram professores na rede pública de ensino. Argemiro foi secretário de Trânsito de Pátio, no primeiro mandato e ficou na pasta na gestão de Percival.

argemiro é confirmado na pasta de gestão de pessoas
Argemiro é o favorito para assumir a Coder

Argemiro ainda foi dirigente do PSDB e no mês de agosto decidiu deixar o partido, quando a sigla desembargou da gestão de Pátio. Ele atualmente está sem filiação partidária.

O prefeito ainda tem como alternativa, o nome do vereador Vilmar Pimentel, que pode deixar a Câmara e ir para Coder.

Vereador também está cotado, mas poderá deixar o cargo em abril, se for candidato

Neste caso, o vereador ficaria na Coder até o final de abril quando, caso dispute a reeleição teria que deixar o comando da empresa de economia mista para ser candidato.

Pátio deve ainda no começo desta semana enviar à Câmara um ofício pedindo abertura de espaço na pauta dos vereadores para a realização da sabatina, a qual o comandante da Coder é obrigado a participar. A sabatina e o nome do novo presidente da Coder deverão ser anunciados nesta segunda-feira.

 

Leia mais sobre o assunto:

Reginaldo diz que Nívea influenciou em demissão de ex-diretor da Coder

Após conversa com vereador, Nívea pode continuar na Coder

Nívea Calzolari pede demissão da Coder