Após conversa com vereador, Nívea pode continuar na Coder

Vereador Adonias fez reunião com Nívea e gravou vídeo nas redes sociais

A presidente da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) , Nivea Calzolari, deve voltar atrás do pedido de demissão do comando da empresa de economia mista. Na sexta-feira, ela pediu para deixar o cargo. Um grupo de vereadores está desde ontem (8) conversando com ela para que ela permaneça no comando da Coder.

O vereador Adonias Fernandes (MDB) que tem muita proximidade com Nívea, conversou com ela na manhã de hoje (9) e disse que a tendência é que ela permaneça. Adonias ainda gravou um vídeo nas redes sociais com Nívea onde ela fala sobre os projetos na empresa e não menciona o pedido de demissão. “Conversei com ela e amanhã vou conversar com prefeito, acho que não é o momento dela sair, ela está fazendo um bom trabalho junto a Coder”, disse Adonias.

O vereador Roni Magnani (PP) também tinha agenda com Nívea e iria tratar da permanência dela na Coder.

Nívea tem procurado modernizar a Coder. Ela está trabalhando em um projeto de mudança da sede da empresa para uma área na região do Anel Viário, onde será instalada a usina de asfalto. A área escolhida é o terreno da empresa Frankhauser, que não se instalou no município dentro dos prazos e teve a área retomada pela Prefeitura.

Hoje, era esperada a sabatina com o novo presidente da Coder que poderia ser anunciado pelo prefeito. No entanto, como Nívea pode voltar atrás da decisão, a sabatina e o anúncio do novo presidente deve ser cancelado.

O motivo do pedido de demissão de Nívea, de acordo com fontes do site Primeira Hora foi que ela não estaria de acordo com a nomeação da nova secretária de infraestrutura Claudine Logrado, que substitui Ingrid Tomazelle que pediu demissão na semana passada.

Leia mais sobre o assunto:

Nívea Calzolari pede demissão da Coder