Grupo vai permanecer colhendo assinaturas para CEI do Coronavírus

Grupo começou no sábado coleta de assinaturas

O empresário e líder comunitário, Paulo Schu confirmou ao Primeira Hora que deve continuar com o movimento de coleta de assinaturas com o intuito de garantir a realização de uma Comissão Especial de Investigação para avaliar possíveis irregularidades em compras públicas durante o período da Pandemia do Coronavírus.

Schu destacou que independe dos vereadores terem protocolizados um pedido de CEI, nesta segunda-feira, o grupo vai continuar nas ruas colhendo assinaturas. Ele garante que neste fim de semana colheu mais de duas mil assinaturas na praça Brasil, no sábado e na Feira da Vila Operária, no domingo.

Parte das assinaturas coletadas pelo grupo em Rondonópolis

Durante a semana, o grupo vai continuar na praça Brasil colhendo novas assinaturas. A meta inicial segundo Schu era contabilizar sete mil assinaturas. “Não estamos mais trabalhando com essa meta, vamos colher muito mais e levar para a Câmara”, disse.

Schu ainda informou que além de pessoas que estão indo à praça;  o grupo também tem recebido adesão de empresas. “Tem empresário vindo aqui pegando o documento e levando para que os funcionários de suas empresas também assinem o pedido de CEI”,  completou.

Na semana passada, durante uma live dos vereadores do PSDB, o ex-governador Rogério Salles levantou a possibilidade da coleta de assinaturas como forma de pressionar a Câmara para a realização da CEI.

Leia mais sobre o assunto:

Bancada do PSDB pode buscar projeto de iniciativa popular para viabilizar CEI

Em coletiva, Pátio nega irregularidades e diz que há “Comitê da Maldade” em Rondonópolis

Grupo começa coleta de assinaturas para tentar CEI de iniciativa popular