Vereadores se reúnem com a Energisa e cobram explicações sobre o fornecimento de energia

deputado faz cronologia das obras do vlt



Dois representantes do departamento técnico da Empresa Energisa, concessionária energia elétrica em Rondonópolis, estiveram na tarde desta terça-feira (27), na Câmara Municipal durante a reunião de definição da ‘Ordem do Dia’ para dar explicações sobre as constantes reclamações da população sobre as oscilações e interrupções no fornecimento de energia elétrica na cidade.

A presença dos técnicos da empresa, Eudes Gonçalo F. Abreu e, Vitor César Guia Monteiro, foi em atendimento a um requerimento do vereador Adonias Fernandes (PMDB).

Os técnicos explicaram aos vereadores as eventuais causas das interrupções e as oscilações, bem como, informaram sobre investimentos da ordem de R$ 6 milhões na instalação de 40 novos transformadores,bem como, a manutenção preventiva e substituição dos circuitos, barramentos/carregamento, em cerca 450 transformadores na cidade.

Segundo os técnicos, equipes estão sendo capacitadas em Cuiabá, para atuar em linhas energizadas, onde 27 chaves de ‘tele-comando’ (20 delas já instaladas), vão possibilitar o controle à distancia nas manobras dos alimentadores de energia.

Também foi questionada a questão da poda das árvores que ficam em baixo da rede elétrica e costumeiramente provocam curtos circuitos deixando a população sem energia. Os técnicos sugeriram que a municipalidade defina um projeto de arborização para a cidade, evitando o plantio de variedades que possam comprometer o sistema de rede de energia.

Eudes e Vitor falaram ainda de um programa da empresa que visa incentivar o ‘Consumo Consciente’ entre a população. Os técnicos repassaram que as pessoas que tiverem algum tipo de prejuízo com a interrupção de energia, como a queima de equipamentoseletrodomésticos, devem procurar a companhia, para a possível reparação e indenização.

Os vereadores reclamaram de frequentes interrupções de energia em bairros da cidade como, Mathias Neves, Pindorama, Vila Operária, Vila Aurora, região Central e em áreas da zona rural, entre outros.

Os Edis cobraram ainda melhorias na relação empresa, consumidor e Câmara, e ficou acertado que nas próximas sessões, um representante da empresa irá ao legislativo, apresentar os projetos e os avanços no abastecimento de energia na cidade.