Vereadores e secretário de Saúde vão ao Hospital Regional cobrar funcionamento de UTIs

A vereadora Marildes Ferreira (PSB), presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Rondonópolis, o vereador Reginaldo dos Santos (SD) e o secretário de Saúde do município, Alfredo Vinícius Amoroso, estão desde o final da manhã de hoje, no Hospital Regional de Rondonópolis à espera da instalação das 20 novas UTIs para atendimento de casos de Covid-19.

Marildes disse a reportagem do Primeira Hora que , no primeiro momento, faltava um aparelho de marca-passo e um respirador, que foram providenciados pelo secretário de Saúde do município e pela Santa Casa.

A vereadora ainda disse que o grupo não foi recebido pela direção da unidade de Saúde.

Eles ainda disseram que foram expulsos do Regional pela diretora do Hospital.

Mais tarde, houve a informação que não haveria escala de serviço por parte dos profissionais contratados para atuarem na UTI. “Na verdade tem escala desde o dia cinco, nós queremos é que as UTIs funcionem e salvem vidas”, disse a vereadora.

Ele disse que não vai sair do Hospital Regional até que essa situação seja esclarecida e resolvida.