Segundo candidato a vereador existe descaso com ciclistas e pedestres em Rondonópolis

Candidato pró-ciclovias, Almir Batista pretende lutar por mais ciclovias arborizadas e sinalização inteligente no trânsito da cidade.

Quando se fala em mobilidade e acessibilidade urbana na cidade de Rondonópolis, é sabido que há muito que se evoluir, desde a falta da sinalização inteligente, a transparência dos investimentos simplificada, da inexistência dos indicadores de desempenho e de monitoramento do sistema de mobilidade urbana, do transporte público, até as ações para pedestres com ou sem mobilidade reduzida, ou os ciclistas tanto trabalhadores quanto os que praticam por esporte ou lazer.

Mesmo com a obviedade da Lei Federal 12.587/12, que estabelece diretrizes para a política nacional de mobilidade urbana – deve-se lembrar que prioritariamente para cumprir a acessibilidade universal e a redução dos impactos ambientais, a legislação não favorece prioritariamente, a ‘abertura de novas vias’, ou somente com ‘obras de pavimentação asfáltica e drenagem’, como dizem muitos vereadores e prefeitos do Brasil.




Ações para garantir a qualificação dos modos de transporte não motorizados, como a circulação de pedestres e ciclistas, é fundamental para fazer de Rondonópolis uma cidade mais humana. Para tanto, devem ser previstas ações prioritárias de ampliação e melhoria de calçadas, calçadões, faixas de pedestres, lombo-faixas, passarelas e espaços de convivência, tudo para pedestres. Já para os ciclistas devem ser previstas ciclovias, ciclo-faixas, ciclo-rotas, bicicletários e mecanismos de compartilhamento de bicicletas.

Há necessária atenção em prol da implantação de ciclovias e ciclo-rotas na MT- 471, conhecida como ‘Rodovia do Peixe’, em Rondonópolis (MT), junto ao extinto Ministério das Cidades, e atual Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Mobilidade e Acessibilidade Urbana, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística do Estado de Mato Grosso (Sinfra), e à prefeitura Municipal de Rondonópolis, entre outras instituições. “A riqueza natural e vocação turística da ‘Rota do Peixe’ deve ser potencializada, podendo também ser um ‘point’ para eventos locais, nacionais e internacionais”, destaca Almir Batista.

Outras ações prioritárias são a implantação de novos corredores de ônibus, terminais, estações de transferência e conexões em áreas estratégicas, requalificação da rede existente, garantia de acessibilidade a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida e atualização das formas de operação, incluindo a aplicação de novas tecnologias, e adoção de soluções ambientalmente sustentáveis. “Vamos defender prioritariamente a conquista de um financiamento exclusivo e contínuo, para que esse recurso contribua com as metas de curto, médio e longo prazo da política de mobilidade urbana e possa ser atingida.

Com intuito de falar sobre esse projeto de “Mobilidade Urbana e ciclovias”, haverá uma live no dia 5 de outubro as 19:30 (horário local), com o convidado pioneiro do movimento ‘Pró-Ciclovias’ em Rondonópolis junto ao Almir Batista, que será transmitida nas redes sociais @almirbatistavereador do instagram e Facebook. Para receber mais informações e novidades, além de também participar e contribuir, basta acessar o site www.almirbatistavereador.com.br .

Sugestões e propostas, também serão aceitas por outros canais, basta entrar em contato direto com Almir Batista através por aqui ou pelo número +55 (66) 9 9663-0530.