Roubo a fazenda termia com três detidos e carro destruído em acompanhamento policial em MT


Em uma ação rápida, policiais da 14ª Companhia de Força Tática da Polícia Militar prenderam na tarde desta quarta-feira (1), três suspeitos pelo roubo ocorrido em uma fazenda da região de Itiquira-MT.

As prisões ocorreram na BR-364, perto do Rio Lourencinho. Antes, no trevo das BR’s 163/364 a PM tentou abordar os suspeitos. Além de não respeitar de furar a barreira policial o ocupante do banco traseiro apontou arma para a equipe da Força Tática. O comandante da guarnição policial então atirou nos pneus do veículo que o trio ocupava, um Fiat Uno vermelho.

Mesmo com dois pneus furados os suspeitos tentaram seguir em fuga, até que o condutor perdeu o controle da direção e o carro saiu da pista e bateu em um barranco perto do rio Lourencinho. Ao descer do carro, um dos homens atirou contra os policias e acabou baleado na perna e preso.

Foto: 14ª Força Tática/PMMT

Os outros dois suspeitos estavam dentro do carro, um ferido e preso às ferragens e o outro sem lesões. Os dois feridos foram levados por uma equipe do SAMU para um hospital, o outro para a delegacia em Rondonópolis.

Com o suspeito baleado a PM apreendeu um revólver calibre 22 com duas munições deflagradas e uma picotada. Já o homem que estava na direção do carro tinha consigo um revólver 38. Contra ele a PM também descobriu um mandado de prisão em aberto. Dentro do veículo havia ainda uma espingarda 32, uma caixa térmica com carnes e cerveja, além de R$ 640 e outros produtos do roubo.

Os suspeitos invadiram a sede da fazenda e arrombaram portas dizendo que queriam armas e dinheiro. Na hora do roubo, final da manhã, havia um funcionário no local. Ele conta que estava na cozinha preparando o almoço quando um dos suspeitos apontou a arma para sua cabeça e o rendeu.

A PM foi informada do roubo por meio de grupo de WhatsApp da Patrulha Rural da Força Tática. Policiais do Núcleo da PM em Ouro Branco saíram em diligências e acionaram o reforço da Força Tática de Rondonópolis, indicando a direção que os ladrões seguiram.