Prefeito de cidade de Mato Grosso propõe reduzir próprio salários de vereadores e secretários


O prefeito de Cáceres, Francis Maris , encaminhou à Câmara de Vereadores uma mensagem, propondo reduzir pela metade o salário do próprio chefe do Executivo, da vice Eliene Liberato, dos secretários e dos coordenadores pelo período de 90 dias. A proposta, segundo o site cuiabano Rdnews é motivada pela crise da Covid-19 e para reduzir despesas, chegou ao Legislativo há cerca de 10 dias. Não foi votada ainda e a tendência é que seja devolvida desse jeito, sob argumento de que seria inconstitucional, pois a iniciativa teria de partir da Câmara.

Em Cáceres, o  prefeito ganha R$ 15 mil e, vice, R$ 10 mil. Secretário tem subsídio de R$ 9,5 mil e, coordenador, R$ 4,7 mil. A prefeitura tem em seus quadros mais de 40 coordenadores. 

Caso retorne mesmo ao Executivo sem aprovação, o prefeito deve colocar em prática a promessa de reduzir salário por meio de decreto.