Penitenciária Feminina de Cuiabá inaugura Raio com 50 novas vagas

Inicialmente, o novo raio receberá as 40 reeducandas que exercem trabalhos extramuros

Foto por: Assessoria/Sesp

A Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, de Cuiabá, ampliou o número de vagas, por meio da inauguração do Raio VI, com capacidade para 50 mulheres. O espaço foi inaugurado nesta sexta-feira (08.11). Atualmente, 217 recuperandas cumprem pena na unidade, que possui capacidade para 270.

Inicialmente, o novo raio receberá as 40 reeducandas que exercem trabalhos extramuros. A diretora da unidade penal, Maria Giselma, agradeceu a confiança depositada no trabalho desenvolvido. “Fico honrada por podermos propiciar este momento, que vai oferecer melhor organização, e atende a um pedido antigo das recuperandas”.

As obras tiveram a contribuição da mão de obra de reeducandos da Penitenciária Central do Estado (PCE). Segundo o secretário adjunto de Administração Penitenciária da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Emanoel Flores, a união de esforços em prol da valorização de projetos de ressocialização é muito importante. “Ver o resultado do trabalho de toda a equipe, entregando uma ação positiva como esta, nos dá força para continuar trabalhando”.

O juiz corregedor, Geraldo Fidélis, lembrou que a Penitenciária Feminina teve uma mudança significativa ao longo dos anos. “Há sete anos atrás era uma outra realidade, tivemos muitas melhorias e avanços. Temos que continuar empenhados na manutenção da ordem, mas sem perder o sentimento humanitário e sensível”.

O defensor público André Rossignolo afirmou que é motivo de alegria as reeducandas que trabalham terem um local específico para cumprir a pena. “Temos uma diretora vocacionada à frente da Penitenciária Feminina de Cuiabá, assim como sua equipe, tanto que a unidade está voltando a ser referência no estado”.

A promotora de Justiça, Josane Fátima Guariente, endossou. “Esse espaço é uma demonstração de que estamos trabalhando para construir um mundo melhor, e parabenizo a todos pelo esforço e dedicação”.

Atualmente, a unidade feminina de Cuiabá desenvolve, além do trabalho extramuros, os projetos Reflorescer (plantio de flores) e de confecção de pufes. Também desenvolve aulas de Educação Básica, oficina de teatro e projeto de remição pela leitura.