Pátio e comissão fazem reunião sobre situação da Santa Casa

Prefeito debateu situação do Hospital com comissão que representa 33 entidades

O prefeito Zé Carlos do Pátio e a secretária de Saúde do município, Izalba Albuquerque, receberam uma comissão representando 33 entidades representativas da sociedade para debater a Santa Casa de Rondonópolis que corre o risco de fechar as portas diante de uma grave crise financeira

O Hospital deve aproximadamente R$ 25 milhões e essa dívida pode chegar perto dos R$ 30 milhões se nada for feito.

Durante a reunião, o grupo cobrou do prefeito mais apoio ao Hospital, principalmente na questão política, para a cobrança de apoio do Governo do Estado e do Governo Federal.

Pátio disse que pode ajudar. Por outro lado, o prefeito disse que o município tem contribuído com a Santa Casa. “Nunca nos negamos em comprar produtos da Santa Casa, e sempre pagamos à vista, o problema é que tem alguns serviços que não conseguimos fazer aqui na Santa Casa e tivermos que fazer em Poxoreu ou Cuiabá, o problema é que a Santa Casa em muitos momentos não atende a nossa demanda”, disse o prefeito.

O prefeito, por outro lado, disse em entrevista após a reunião que , neste momento, é preciso envolver mais o Governo do Estado e o Governo Federal para garantir o apoio necessário para que o Hospital não feche as portas. “O município é parceiro , investimos mais do que a Lei de Responsabilidade Fiscal diz em Saúde, acho que o governo do Estado e o governo Federal devem investir mais também e ajudar como nós estamos ajudando”, disse Pátio.