Obras para a construção de Abatedouro de Pesca estão 80% concluídas

Obras para a construção de Abatedouro de Pesca estão 80% concluídas
Wheverton Barros

As obras para a construção do Abatedouro de Pesca do Distrito da Boa Vista, em Rondonópolis, estão a todo vapor, com a mão na massa, a equipe de trabalhadores já concluiu 80% dos serviços.

A prefeitura está investindo R$ 479.810,02 na construção do único frigorífico de peixes da região Sul que terá a capacidade técnica de três mil quilos de peixes industrializados por dia.

“A piscicultura hoje é um ramo de vida para os pequenos produtores, uma agregação de valores para a agricultura familiar, as obras estão bem avançadas até me surpreendeu nesta visita, a agilidade do construtor, estão realmente adiantando bem a obra que estava prevista para ser entregue em agosto e provavelmente vão entregar antes,” celebrou o secretário municipal de Agricultura e Pecuária Genilton Pereira.

Ele explica que a gestão está investindo pesado para o desenvolvimento da piscicultura.

“É um investimento de mais ou menos de R$ 1,4 milhão de reais, sem contar nos tanques de piscicultura que nós furamos e continuamos a perfurar. Também estamos licitando todos os materiais permanentes, de indústria e de expediente que vai custar em média R$ 900 mil, é bom que se diga que a produção será adquirida pela prefeitura para a merenda escolar,” ressaltou Genilton.

Conforme o projeto, o abatedouro terá 248,888m² de área construída e comportará cozinha, almoxarifado, administração, inspeção, refeitório, circulação, vestiário feminino e masculino, banheiros, varanda de expedição, estocagem de congelamento, entrada sanitária, fábrica de gelo, sala de evisceração, sala de embalagem.

Para o presidente da Associação de Piscicultores Aldenir Mesquita, a construção do abatedouro vai beneficiar mais de 80 produtores.

“É um presente para nós, uma benção de Deus, não vai ser só para o nosso distrito, mas para todo o município, terá espaço para todo mundo trabalhar, o que vai ser melhor para a piscicultura, vai ser bom demais, quem tem a ganhar é o pequeno produtor que com o frigorífico vai valorizar mais o nosso peixe,” celebrou o presidente.