Novo Hospital Universitário chega a 40% de execução das obras

Picture of Sinfra-MT

Sinfra-MT

Novo Hospital Universitário chega a 40% de execução das obras

Compartilhe:

As obras do novo Hospital Universitário Júlio Müller atingiram 40% de execução física das obras. Com 58,3 mil metros quadrados de área construída, a nova unidade hospitalar segue com sua construção dentro do cronograma esperado, com entrega prevista para novembro de 2024.

O hospital está localizado na MT-040, entre Cuiabá e Santo Antônio do Leverger. As obras são executadas por meio de um convênio firmado entre o Governo do Estado e a Universidade Federal de Mato Grosso. O investimento total é de R$ 218 milhões, divididos igualmente entre Estado e União.

Segundo o secretário adjunto de Obras Especiais da Sinfra-MT, Isaac Nascimento Filho, as obras estão em pleno vapor. “No momento nós temos mais de 300 funcionários no canteiro de obras, trabalhando em um ritmo muito bom”, afirmou. 

No total, o hospital terá oito blocos construídos em uma área de 147 hectares. Ele contará com 228 leitos de internação, 68 de repouso e 63 de UTI, sendo 18 pediátricos e 25 neonatais. Também serão construídos 12 centros cirúrgicos, 85 consultórios, 45 salas de exame e 21 salas para banco de sangue e triagem.

No momento são realizados trabalhos de alvenaria, para erguer todos os blocos, e serviços de elétrica e hidráulica nas estruturas mais avançadas.

As obras do novo hospital começaram em 2012, mas o contrato foi rescindido em 2014 devido ao não cumprimento do cronograma – à época apenas 9% do total previsto estava executado. A nova licitação foi realizada em maio de 2020, e, após a elaboração dos projetos executivos, as obras começaram em novembro de 2021, com previsão de três anos de execução.


Obras de construção do Novo Hospital Universitário Júlio Müller
Créditos: Marcos Vergueiro/Secom-MT

“Essa gestão assumiu a obra abandonada, com um terreno completamente alagado e muitos problemas que pareciam sem solução. Mas, com muito trabalho, nós buscamos todas as soluções necessárias para resolver os problemas e retomar as obras. Essa é uma prova da seriedade da atual gestão com o uso de recursos públicos”, afirmou o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira.

Depois de construído, o hospital será administrado pela UFMT. Além de importante centro de atendimento e referência para vários tratamentos, o hospital é fundamental para a formação acadêmica dos profissionais da área de saúde.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp