Ministra Damares e Pátria Voluntária distribuirá máscaras, sabonetes e cestas de alimentos em Rondonópolis

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), Damares Alves, e equipe do Pátria Voluntária estarão em Rondonópolis (MT), nesta quinta-feira (27), para participar da cerimônia que marcará o início do projeto de distribuição de quase 323 mil cestas de alimentos para povos indígenas, comunidades tradicionais e pessoas em situação de vulnerabilidade social. Também serão entregues máscaras e sabonetes para a população local.

O evento contará, ainda, com o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier, e com o titular da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), Robson Santos da Silva.

No total, 200 mil máscaras serão doadas à região por um grupo de empresários locais, que unidos criaram o projeto Máscaras para o Próximo. A iniciativa chamou a atenção da equipe do Pátria Voluntária, programa social do Governo Federal, que decidiu apoiar a ação. As máscaras serão distribuídas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela Funai.

Os 20 mil sabonetes, que serão entregues em Rondonópolis, fazem parte das 2,5 milhões unidades doadas pela Unilever ao projeto Brasil Acolhedor, que contemplará várias cidades do Basil. Uma instituição local viabilizará o repasse das unidades.

Alimentos

A distribuição de alimentos é uma ação articulada entre diferentes órgãos do Governo Federal: Ministerio da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH); Funai; Companhia Nacional de Abastecimento (Conab); e Sesai.

Com o objetivo garantir a segurança alimentar de povos indígenas, além de diminuir os impactos da Covid-19, a inciativa beneficiará cerca de 154 mil famílias em mais de três mil comunidades indígenas espalhadas pelo país.

Somente no estado do Mato Grosso, serão entregues 24 mil cestas, totalizando 528 toneladas, para 12 mil famílias indígenas de 43 etnias. Entre elas, Xavante, Kayapó, Bororo, Guarani-Kaiowá, Cinta-Larga, Terena e Manoki.

O trabalho de entrega dos alimentos e diálogo com lideranças indígenas envolverá seis unidades descentralizadas da Funai na região. Para fazer esse trabalho em todo o país, a Funai conta com R$ 5,3 milhões repassados pelo MMFDH.

A ação terá suporte logístico do Ministério da Defesa. Já a Sesai fará a higienização dos itens.

Balanço

Até o momento, já foram entregues mais de 19 mil cestas pelo país. No mês de maio, os alimentos foram para comunidades indígenas e tradicionais localizadas nos estados de Minas Gerais (5,3 mil), Rio Grande do Sul (6,4 mil), Paraíba (1 mil), Pernambuco (1,3 mil) e Bahia (4,9 mil).

Ainda nos próximos dias, mais de 6 mil cestas serão entregues para 38 comunidades indígenas na Paraíba. No total, a ação prevê a distribuição de 323 mil cestas de alimento ao longo dos próximos meses.

Essas ações fazem parte das políticas de proteção a comunidades indígenas e povos tradicionais em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) previstas no Plano de Contingência do Governo Federal. A previsão é destinar R$ 4,7 bilhões até junho de 2020.

Evento

Hora: 9h30
Local: Unidade Armazenadora da Conab
Endereço: Rod. BR 364, Km 199, 10 – saída para Pedra Preta – Rondonópolis (MT)