Médico inglês tem 40 vezes mais anticorpos para Covid-19

Alessandro Giardini foi curado do coronavírus e lidera campanha para que outros pacientes doem plasma sanguíneo

Foto: Divulgação/NHT

O Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido identificou um potencial “super doador” de plasma para pacientes com coronavírus (Covid-19) entre seus funcionários, conforme informou a Revista Vogue.

Segundo análise com mais de 400 pacientes recuperados, o médico cardiologista Alessandro Giardini, 46 anos, tem o nível mais alto de anticorpos já visto, aproximadamente 40 vezes a média de uma pessoa recuperada.

Ele trabalha no hospital infantil de Londres (Great Ormond Street) e passou sete dias em terapia intensiva com ventilação assistida após adoecer com o coronavírus (Covid-19).

O próprio médico descreveu o tempo que passou no hospital como uma “experiência muito difícil”, pois não sabia se veria novamente a esposa e os dois filhos, segundo o ‘The Telegraph’. Mas, depois de se recuperar, sentiu vontade de “devolver algo” doando o plasma para ajudar outros pacientes.

O professor David Roberts, representante do programa de saúde de doações do Reino Unido, explicou que as pessoas mais gravemente doentes produzem mais anticorpos. Além disso, a experiência mostra que homens e idosos tendem a ser mais afetados pelo coronavírus, aumentando as chances de ajudarem outras pessoas através de transfusões de plasma .

Os resultados permitiram ao NHS Blood and Transplant (NHSBT) identificar homens acima de 35 anos que estavam doentes o suficiente para necessitar de tratamento hospitalar como seus principais candidatos à doação. Mesmo pacientes com níveis muito mais baixos de anticorpos poderiam beneficiar outros.