Manuseio de celular já é a segunda principal infração no trânsito de Rondonópolis

secretário é convocado a dar esclarecimentos na câmara de rondonópolis
Rodrigo Metelo é o secretário de Trânsito de Rondonópolis

Os hábitos dos rondonopolitanos em termos de infração de trânsito mudaram. Pelo menos essa é a avaliação inicial feita pelo secretário de Trânsito do município, Rodrigo Metelo. Ele participou da abertura da semana do trânsito no município, realizada na manhã desta quarta-feira (180, no auditório da escola Sagrado Coração de Jesus. e pelos levantamentos feitos pela secretaria identificou que a falta de cinto de segurança continua sendo a infração número um, entre os motoristas locais.

No entanto, o que chamou a atenção foi a segunda infração mais cometida no trânsito de Rondonópolis. Ao contrário do que era no passado, falar ao celular perdeu uma posição e passou a ser a terceira infração mais cometida. “Na verdade, hoje, manusear o celular virou a segunda principal infração no nosso trânsito”, disse o secretário.

Essa mudança deve-se principalmente ao poder das redes sociais e o uso de aplicativos como o whatsapp. Pelos números apresentados pela secretaria, neste primeiro semestre de 2019, foram registradas 14 mil infrações pela fiscalização.

Chama a atenção ainda que houve também um número considerável de infrações no trânsito relacionadas à motociclistas, a principal deles é a não utilização de capacetes e transporte de pessoas com número superior ao permitido.

Pardais- A fiscalização eletrônica que está desligada desde o começo do ano de voltar. O secretário explicou que aguarda o fim do processo licitatório para a contratação de uma nova empresa para executar o serviço em Rondonópolis. “Estamos esperando o retorno da secretaria de Administração que é a responsável pela licitação, mas com certeza deve voltar”, disse Metelo.