Jovem youtuber revela que era obrigada pelos pais a trabalhar desde criança

Picture of R7

R7

Jovem youtuber não quer mais fazer vídeos para a internet - Freepik

Jovem youtuber revela que era obrigada pelos pais a trabalhar desde criança

Compartilhe:

Uma estrela do YouTube, que brilha na internet desde bem pequena, está dando o que falar após fazer revelações fortes em uma entrevista.

A artista teve sua identidade mantida em sigilo pela revista Teen Vogue ao contar que está em pé de guerra com os pais. 

Usando o nome fictício de Claire, ela despertou a curiosidade de internautas por desabafar sobre ter sido obrigada pelos pais a trabalhar desde muito cedo. 

Claire revelou que os pais abandonaram seus empregos para se tornarem youTubers em tempo integral e documentaram praticamente toda a infância dela em vídeos, faturando muito dinheiro, usado para comprar uma casa, carros, além de viagens e roupas de luxo.

A estrela da internet entrou em conflito com os pais ao dizer para eles que não quer mais fazer vídeos para o YouTube. Foi aí que o pai dela teria dito que ela precisaria sair da casa deles e arrumar um trabalho. 

“Não é justo que eu tenha que sustentar a todos. Eu tento não ficar ressentida, mas eu meio que estou”, disse Claire na entrevista.

A publicação diz apenas que Claire tem milhões de inscritos em seu canal e que é dona de uma linha de produtos. O dinheiro das vendas faz parte do sustento da família. 

“É muita pressão. Nada que eles façam vai trazer de volta os anos de trabalho que eu tive que fazer”, desabafou a jovem. 

Claire ainda explicou que a relação com a família não anda bem pela forma como o pai age. O homem já teria dito para ela que além de pai era também chefe dela.

A criadora de conteúdo pretende sair da casa dos pais em breve e quer cortar contato com eles. Ela também explicou que vai revelar sua identidade ao mundo e contar toda a história quando já não estiver mais com eles. 

Os pais alegam estar guardando parte do dinheiro ganhado com o trabalho de Claire em uma poupança para custear a faculdade dela, mas no país onde eles moram não existem leis que protejam o dinheiro de crianças influenciadoras. 

A história de Claire repercutiu na web, com internautas revoltados. “Isso é pior do que o que as estrelas mirins da TV sofriam, porque é algo diário. Acordou e é hora de fazer vídeo. Primeiro braço quebrado? Virou vlog. Tudo que deveria estar em suas vidas privativas nas câmeras”, avaliou uma pessoa. 

“Ela era explorada, já que não tinha horário limite para trabalhar. Era algo que durava o dia todo e poderia ser a qualquer hora”, opinou mais um internauta. 

“É claro que o pai ficou bravo quando ela decidiu fazer o que queria da vida dela pela primeira vez, já que ela nunca teve escolha e agora eles vão perder a mina de ouro. Viveram explorando uma criança e agora estão preocupados com medo de perder seus luxos”, alfinetou outro perfil. 

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp