Inter vence Botafogo no Beira-Rio com direito a ‘Lei do ex’ de Lindoso

Equipe colorada vai dormir dentro da zona de classificação para a Libertadores de 2020

Divulgação/Internacional

O Internacional recebeu o Botafogo na noite deste sábado (31), em jogo válido pela 17ª rodada, no estádio do Beira-Rio. Jogando em seus domínios, o Colorado não tomou conhecimento da equipe carioca e venceu pelo placar de 3 a 2. Rodrigo LindosoEdenílson e Nico López marcaram para os donos da casa. Diego Souza e Marcinho descontaram para o Glorioso. 

Com o resultado, o Inter chegou aos 27 pontos e vai dormir na sexta colocação, dentro da zona de classificação para a Copa Libertadores. Já o Alvinegro permaneceu com 23 pontos e está na décima posição na tabela. 

+ Confira a tabela completa da Série A do Brasileirão

O jogo 

Inter e Botafogo tiveram um começo de primeiro tempo bastante equilibrado. A primeira jogada de real perigo aconteceu aos 15 minutos, com Nico López. O camisa 7 do Colorado bateu de fora da área, e Gatito fez boa defesa em dois tempos. O time mandante voltou a assustar aos 22, quando Edenílson recebeu passe de Patrick, bateu no canto, para nova defesa do goleiro paraguaio. 

O Botafogo finalmente chegou aos 27 minutos. Marcinho levantou a bola na área, e Alex Santana tentou uma bicicleta, mas errou o alvo. Nove minutos depois, Luiz Fernando tentou bater colocado e acertou a trave de Marcelo Lomba. 

Já nos minutos finais, o Internacional abriu o marcador no Gigante da Beira-Rio. Rafael Sóbis cobrou falta fechada, e Rodrigo Lindoso apareceu sozinho, livre para empurrar para o fundo das redes, definindo o placar do primeiro tempo: 1 a 0. 

O segundo tempo no Beira-Rio começou a mil por hora. Logo aos sete minutos, Edenílson marcou o segundo para o Colorado. Nico López puxou um ótimo contra-ataque e deixou o companheiro na cara do gol, para aumentar a vantagem. 

Mais dois minutos, e foi a vez do Botafogo balançar as redes com Alex Santana. Mas a arbitragem flagrou toque de mão e anulou o gol. Apesar disso, o time carioca não desanimou e voltou a marcar aos 17, desta vez com Diego Souza, que subiu mais alto do que a zaga gaúcha e fez de cabeça. 

Com o jogo lá e cá, foi o Inter que aproveitou melhor as chances de gol. Em mais um contra-ataque puxado por Nico López, o atacante tabelou com Lindoso, saiu na cara de Diego Cavalieri e não perdoou. No último lance do jogo, o Botafogo ainda descontou de novo, desta vez com Marcinho, mas não foi o suficiente para evitar a derrota carioca: 3 a 2.