Homem é preso após manter menina em cárcere privado por quase quatros meses em São Lourenço de Fátima

O caso do desaparecimento da menina M. M, desaparecida desde o dia 30 de agosto, foi solucionado na manhã desta segunda-feira (2), no distrito de São Lourenço de Fátima-MT.

Segundo informações, a menina era mantida em cárcere privado, desde a data do desaparecimento, em uma residência na pacata São Lourenço de Fátima.

A Polícia Militar (PM), foi comunicada sobre o paradeiro da vítima, na manhã desta segunda-feira e durante o deslocamento, foi avisada que a menina estava na casa de sua tia.

O principal suspeito do sequestro, é o senhor José Pereira Lopes, morador do distrito.

Assim que que PM, chegou em sua residência, José disse que tinha conhecimento do desaparecimento da vítima e que ela estava em sua casa até poucos minutos.

Com a autorização do proprietário do local, a guarnição adentrou a casa e localizou roupas femininas, tinta de cabelo, um aparelho celular, três cartas escritas, R$ 1.100 reais em espécie, cheques, fita adesiva, um notebook e uma espingarda calibre .22

Ao ser indagado sobre o paradeiro da menina, o mesmo confessou que a vítima estava presa em sua residência, desde o dia 30/08 e que sabia do drama que a família estava passando.

O homem também confessou que durante o tempo que estava em seu poder, ele forneceu bebida alcoólica para a vítima.

O Conselho Tutelar, acompanhou o caso, dando total suporte para a menina e sua tia.

Diante da situação, ele foi encaminhado para a Delegacia para que fossem tomadas as providências que o caso requer.