Governo estende atendimento do Disque 100 a brasileiros no exterior

Pixabay



O governo brasileiro estendeu o atendimento do Disque 100 para os brasileiros que vivem no exterior. A partir de agora, o canal vai receber também denúncias relacionadas à violação de direitos humanos em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

O serviço está disponível em mais de 50 países, como EUA, Portugal, Espanha, França, Itália, Reino Unido e Argentina. Antes, o serviço era restrito ao Ligue 180, para atendimento de mulheres brasileiras em situação de violência doméstica. Além de receber denúncias, o canal de atendimento também fornece informações sobre eventuais pedidos de ajuda.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, ressaltou a importância de estender o Disque 100 aos brasileiros que moram fora do País. “Temos que nos preocupar com essas pessoas. Elas não estão no Brasil, mas são brasileiros e nós temos olhos para eles. Temos que cuidar deles como cuidamos de qualquer brasileiro que está aqui”, enfatizou.

A Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos (ONDH) atende também denúncias de violações praticadas por brasileiros ou contra brasileiros que se encontram no exterior. O serviço está disponível para os Estados Unidos, Portugal, Espanha, França, Argentina, Itália e Reino Unido. Confira os números dos telefones aqui.

Como ligar

Para ligar, disque o número do país (confira a cartilha) + “1” para atendimento em português + “1” novamente para fazer a ligação diretamente + o número “(61) 3535-8333”.

Por exemplo, se o brasileiro estiver nos Estados Unidos, ele deve ligar primeiramente 1800 745 55 21. Em seguida, ele deve digitar 1 para escolher atendimento em português. Depois, apertar 1 novamente. Por último, ligar para o (61) 3535-8333.

Os canais funcionam de forma gratuita, 24h por dia. O governo afirmou que também será disponibilizado aplicativo e site específico com a finalidade de receber o registro de denúncias, solicitações e informações referentes a temas relacionados a Direitos Humanos.

Para temas relacionados ao atendimento na rede de saúde pública ou privada (denúncias, informações ou solicitações diversas), sugere-se que os cidadãos entrem em contato com a Ouvidoria do SUS, do Ministério da Saúde (MS), por meio do telefone 136. O serviço funciona 24h por dia, sete dias por semana.