Governo de MT repassou R$ 8,5 milhões e disponibilizou 88 leitos para Covid-19 em Rondonópolis

O Governo ainda faz a reforma e ampliação do Hospital Regional de Rondonópolis

Alas como o Pronto-Atendimento e a UTI foram totalmente modernizadas - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

Desde o início do ano, o Governo do Estado investiu na saúde dos municípios da Região Sul de Mato Grosso. Em Rondonópolis, foram feitos repasses financeiros no valor de R$ 8,5 milhões, além da disponibilização e manutenção de 88 leitos, sendo 68 clínicos e 20 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) para tratamento de pacientes infectados pela Covid-19.

Os repasses financeiros realizados até o mês de abril alcançam o montante aproximado de R$ 8,5 milhões e foram utilizados na atenção primária, na alta e média complexidades, cirurgias cardíacas, farmácia básica, Samu, para convênios e também são referentes ao Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal (FEEF). A quitação dos repasses vem sendo mantida em dia pelo Governo e os valores referentes ao mês de maio devem ser formalizados nos próximos dias.

O Governo ainda faz a reforma e ampliação do Hospital Regional de Rondonópolis. Alas como o Pronto-Atendimento e a UTI foram totalmente modernizadas e a unidade conta com 10 leitos de UTI e 48 de enfermaria, exclusivos para os pacientes com coronavírus. O investimento para a manutenção das UTIs é de R$ 553 mil. A unidade é referência para 19 municípios da Região Sul, que concentra uma população de aproximadamente 523 mil habitantes.

Hospital Regional Irmã Elza Giovanella em Rondonópolis – Foto: Mayke Toscano/Secom-MT



Por meio do repasse de recursos, o Estado ainda mantém a contratualização de 20 leitos clínicos e de 10 UTIs na Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis.

Além disso, dos 120 respiradores e 215 monitores comprados pelo Governo do Estado, na China, 04 respiradores e 04 monitores foram encaminhados para o Hospital Regional de Rondonópolis e 05 respiradores e 05 monitores para a Santa Casa de Rondonópolis.

Hospital Regional Irmã Elza Giovanella em Rondonópolis – Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

As UTIs das unidades são estruturadas com ventiladores pulmonares, monitores, materiais para punção lombar, materiais para drenagem liquórica, Eletrocardiógrafo, Oxímetro, Monitor multiparâmetro, Estativas, entre outros.

Conforme o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES), há 322 casos em monitoramento, 12 óbitos e 73 casos de pacientes recuperados no município.