Forças de segurança apreendem mais de 11 toneladas de drogas em Mato Grosso

Forças de segurança apreendem mais de 11 toneladas de drogas em Mato Grosso

O montante é 103% maior que o apreendido no primeiro semestre de 2020, quando foram apreendidas 5,7 toneladas

A apreensão de drogas teve um salto expressivo em Mato Grosso de 2020 a 2021. As forças de segurança apreenderam mais de 11 toneladas de drogas, no primeiro semestre de 2021, um aumento de 103% em relação ao montante do mesmo período de 2020, que foi de 5,7 toneladas. O número exato apreendido entre janeiro e junho deste ano foi 11.692,66 kg.

Os dados são da Superintendência do Observatório de Segurança Pública, vinculada à Adjunta de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Na especificação por tipo de entorpecente, a maioria (5,9 toneladas) é maconha, seguido de cocaína (4,2 toneladas), depois de pasta base (1,4 toneladas) e o restante (0,707 kg) corresponde ao crack.

Já no levantamento por Região Integrada de Segurança Pública (Risp), a de Cuiabá (Risp 1) foi a que teve a maior apreensão de drogas, com 4.018,3 kg. Na Risp 6, de Cáceres, foi registrada a segunda maior quantidade de entorpecente: 1.351,7 kg, e na Risp 10, de Primavera do Leste, foram apreendidos 1.298 kg.

O estudo também mostrou que as forças de segurança do estado apreenderam 5.472,21 kg nos seis primeiros meses de 2019.

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, o aumento significativo é resultado do trabalho cada vez mais integrado e especializado.

“Tudo isso é reflexo do investimento nas forças de segurança feito pelo Governo do Estado, tanto em capacitação dos profissionais, mais qualidade nas investigações e no policiamento ostensivo. O trabalho dos policiais é diuturno e demonstra a capacidade de atuação na retirada de drogas de circulação, o que resulta na redução de outros crimes praticados no estado também”, frisa.

Noticias Relacionadas