Expandindo Negócios | Polícia Civil prende traficantes que comercializavam diferentes tipos de entorpecentes

Foto: PJC/MT

Dois traficantes flagrados com porções de diferentes substâncias entorpecentes foram presos em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (18), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis-MT. A ação resultou ainda na apreensão de diversos apetrechos relacionados ao tráfico e mais de R$ 1,3 mil em dinheiro.

As diligências iniciaram após os policiais da Derf Rondonópolis receberem informações sobre duas residências (uma em frente da outra), no bairro Poxoro, onde era realizado o comércio de drogas. Em monitoramento dos endereços, foi possível verificar a intensa movimentação de pessoas entrando e saindo rapidamente do local.

Com base nas evidências, a equipe de investigadores decidiu realizar a abordagem em uma das residências, no momento em que visualizou os suspeitos no local. Em revista na residência, os policiais encontraram uma sacola com 35 porções de pasta base de cocaína e dinheiro.

Questionado, o suspeito confessou que havia mais entorpecentes guardados na geladeira, onde foram encontrados dois potes, um deles com maconha e o outro com Skank (supermaconha). Em outro cômodo da casa, foram encontradas balanças de precisão, dinheiro, 12 porções de cocaína pura e outros apetrechos utilizados no tráfico de drogas.

Em continuidade as diligências, foram realizadas buscas na casa da frente, onde foi apreendido mais dinheiro em notas trocadas, característico da atividade do tráfico. Diante das evidências, todo material ilícito foi apreendido e os suspeitos encaminhados à Derf Rondonópolis, onde após serem interrogados foi lavrado o flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

De acordo com o delegado, Vinícius Prezotto, o trabalho chamou atenção devido aos diferentes tipos de drogas encontrados em poder dos suspeitos. “Os comércios atuavam com a venda de maconha, Skank, pasta base de cocaína e cocaína pura, atendendo diferentes públicos de usuários”, disse o delegado.