Especialista destacou dos desafios para os próximos 20 anos




A Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat) promoveu nesta quinta-feira (12/12), em sua sede uma palestra para os associados com o engenheiro agrônomo e sócio diretor da empresa Blink, Lars Schobinger, com o tema Agronegócio: Cenário 2030.

Na palestra, Lars Schobinger destacou as três frentes que o agricultor tem que ficar atento e se atualizar nas próximas décadas, ele citou a tecnologia, o desafio de manejo e a qualidade de mão de obra.

“Em se falando de tecnologia são três vertentes que serão cada vez mais importantes, a questão do germoplasma, a biotecnologia e uma área que vai crescer muito dentro do processo que é a fisiologia vegetal. Em seguida, podemos citar os desafios do manejo, que por um lado vão aumentar muito, por que teremos o problema de resistência que já existe atualmente e teremos a introdução de ervas exógenas vindo de outros países e desta forma o manejo vai ficar muito mais complexo, com a implantação cada vez maior de ferramentas digitais com olhar não só na produtividade, mas também na lucratividade por hectare. E por último, nós termos não só um desafio de quantidade de mão de obra, mas principalmente de qualidade profissional, pois nível de conhecimento e outras competências que deverão ser adicionadas ao profissional no campo que não existem hoje”, explicou.

Para o presidente da Aprosmat, Gutemberg Silveira o primordial para o produtor rural é se preparar para as mudanças que estão por vir nos próximos 20 anos e assim conseguir superar todos os desafios que se apresentarem.

“O Lars vem realizando este tipo de palestras por todo o Brasil e como a Aprosmat sempre com objetivo de trazer o melhor conteúdo para nossa região, vimos nesta oportunidade um momento para nos preparamos para os desafios, abrimos nossas mentes para que possamos exercitar e a pensar as saídas futuras para o agronegócio”, pontuou.