Escolta para passeio de menores infratores em parque gera polêmica

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Um pedido de escolta feito à Polícia Militar para dois adolescentes internados no Centro Socioeducativo de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, irem a um balneário de águas termais da cidade provocou polêmica nas redes sociais e aplicativos de mensagens de celular nesta quinta-feira (22). A solicitação foi feita no dia 20 de janeiro pela gerente do centro e encaminhada ao Comandante do Batalhão da PM no município. O passeio estava previsto para ocorrer nesta sexta-feira (23). No entanto, a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) não soube informar se o passeio foi feito ou não.

Por meio de nota, a Sejudh, que administra o sistema prisional de Mato Grosso, informou que no Centro Socioeducativo de Barra do Garças é desenvolvido o projeto 'Mergulhando nas Águas da Vida'.

A intenção é que os adolescentes infratores possam fazer atividades esportivas e de lazer, como forma de inclusão social e promoção de saúde física. A Sejudh disse ainda que o projeto é feito em parceria com o Poder Judiciário, Ministério Público e Dedensoria Pública de Mato Grosso.

O critério principal para a permissão do passeio, de acordo com a Sejudh, é que o adolescente tenha bom comportamento. Além desse, os menores podem ir a outros passeios, em shoppings, por exemplo, desde que escoltado.