Educação de Rondonópolis ainda recebe matrículas de alunos para rede pública

Acompanhamento de alunos com deficiência é tema de capacitação da Semed para estagiárias da Educação Especial
Arquivo Assessoria

Pais que ainda não realizaram a matrícula da criança na Rede Pública de Ensino podem procurar a Secretaria Municipal de Educação (Semed) entre 8h e 11h ou entre 13h30 e 18h ou, ainda, comparecer à escola onde pretendem inscrever seu filho, das 7h às 11h ou das 13h às 17h.

Ao buscar a vaga, é preciso apresentar seu CPF e comprovante de residência, além da certidão de nascimento do estudante. Para vagas em creches, é necessário levar a carteira de vacinação do pequeno.

Todas as vagas ofertadas este ano foram ocupadas, conforme a secretária de Educação, Carmem Garcia Monteiro, que ressalta que em 2019 foram abertas 659 novas vagas para alunos de quatro e cinco anos. Ela lembra, ainda, que a o atendimento à pré-escola é obrigatório, como institui o Ministério da Educação (MEC):

“O MEC preconiza a universalização da educação pré-escolar, que compreende a faixa etária de quatro a cinco anos. E o Plano Nacional de Educação estabelece como meta a escolarização e alfabetização da criança para que ela se torne escolarizável. Isso significa que ela precisa ser preparada para a alfabetização, indo para o ensino fundamental com bom desenvolvimento psicossocial e cognitivo”.

Apesar da oferta de vagas ter sido completamente preenchida, Carmem afirma que a Semed vai abrir salas anexas para abrigar os alunos remanescentes, cujos pais ainda não realizaram a matrícula. “Eles devem nos procurar, porque precisamos fazer o cadastro dessa demanda que ficou de fora”, assinala.

Das 67 unidades escolares que integram a Rede Municipal de Ensino, segundo a secretária, 31 são de educação infantil e as outras 36 de ensino fundamental, sendo que em 13 dessas escolas alunos de seis meses a três anos e 11 meses permanecem em período integral.

Ainda de acordo com Carmem, em 2018 o município atendeu 21.336 estudantes e a expectativa para este ano é de abarcar um universo de 22.500 alunos, incluindo as matrículas que já foram feitas e as salas anexas que serão abertas. A secretária comenta também que a atual Administração realiza investimentos buscando ampliar a oferta de vagas: “Como a demanda é grande, concentramos nossos esforços na construção de novas escolas o que revela o comprometimento desta gestão com o atendimento da educação infantil”.

Ela cita os locais onde as unidades estão sendo erguidas: “Estamos com a construção de duas escolas de educação infantil, uma no Residencial Dona Neuma e outra no Dom Osório. E está prevista para março a entrega de uma escola no Residencial Padre Miguel” e continua:

“Também temos creches em construção no Residencial Magnólia, no Jardim Bispo Pedro Casaldáliga e no Mathias Neves, fruto de um convênio com a Caixa Econômica. E, com recursos próprios, o município está construindo mais três creches, uma no Jardim das Hortências, outra no Dom Bosco e a terceira no Padre Rodolfo”. Conforme a secretária, só com essas escolas, haverá uma ampliação da capacidade de atendimento da Rede de Ensino do Município em torno de três mil vagas.

A Semed fica na Rua Rio Branco 2.916, Jardim Santa Marta.