Deputado prestigia 1º Intercâmbio de Projetos Mirins em Campo Novo do Parecis

A abertura do evento, que reuniu cerca de 600 crianças e adolescentes, aconteceu no último fim de semana

Deputado prestigia 1º Intercâmbio de Projetos Mirins em Campo Novo do Parecis
Foto: LUCIENE LINS

Apaixonado pela ação social desenvolvida por servidores da Associação dos Agentes Penitenciários, o deputado estadual João Batista (Pros) prestigiou, no último fim de semana, a abertura do 1º Intercâmbio de Projetos Mirins, em Campo Novo do Parecis. O evento aconteceu entre os dias 12 e 14 de julho e reuniu outras cinco cidades – Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Comodoro, Sapezal e Campos de Júlio.

Apoiador do projeto Agentes Mirins (Agem) há anos e um dos participantes do intercâmbio, João Batista destacou que a iniciativa tem proporcionado inúmeros bons frutos para a sociedade campo-novense e afirma que pretende expandir as ações para outras cidades de Mato Grosso.

“Tenho muito orgulho em participar da evolução e do bom desempenho do projeto Agente Mirim em Campo Novo, um trabalho voltado aos jovens e adolescentes, com objetivo de prevenir o uso de drogas, combater a criminalidade e indisciplina. O Agem começou com 100 e hoje atende cerca de 300 crianças, incluindo alguns com necessidades especiais e indígenas, estou muito feliz com o resultado desse projeto”, ponderou o parlamentar.

Para Fábio Aguiar, idealizador do Agem, a proposta principal da iniciativa, é auxiliar o Estado e as famílias na formação dos jovens e dessa forma mostrar caminhos diferentes ao da criminalidade. “Estamos muito felizes com o resultado e com a proporção que nosso trabalho tem tomado aqui na cidade, a quantidade de crianças que aderiram ao projeto mostra o seu sucesso”, avaliou o agente penitenciário, coordenador do projeto.

Luciana Matte, instrutora técnica, conta que o último final de semana ficará marcado na história dos jovens que participaram das atividades no acampamento. “Foram três dias de pura aventura, superação e aprendizado. Cerca de 600 pessoas participaram do evento, incluindo as crianças e adolescentes, os pais, os coordenadores e os integrantes das forças de segurança pública que estiveram conosco nesse período”, explicou a psicóloga.

De acordo com os organizadores, o local escolhido para o encontro foi a aldeia Quatro Cachoeiras, localizada a cerca de 33 km da cidade de Campo Novo do Parecis. A aldeia tem um dos caciques mais respeitados e tradicionais do povo Paresi, Narcizo Kazaizase. Com cerca de cem moradores, a aldeia é formada por muitos descendentes de Narcizo – filhas, netos e bisnetos. Por lá, algumas tradições estão bem preservadas, como o uso da língua nativa, o aruák.

Na avaliação do prefeito de Campo Novo, Rafael Machado, a ação tem foco na responsabilidade social e as interações são de extrema importância para a formação dos jovens. “Parabenizo todos os profissionais envolvidos na realização desse encontro. É com imensa satisfação que apoio a iniciativa em nosso município. Ações como estas contribuem com a interação entre as famílias, agrega valor e conhecimento para as crianças e adolescentes, que são o futuro da nossa nação”, concluiu.