Deputado Claudinei solicita reforma de Centro Comunitário de Rondonópolis

O imóvel é utilizado por moradores do bairro Santa Clara I de Rondonópolis para promoção de cursos de capacitação

O Centro Comunitário da Associação de Moradores do Bairro Santa Clara I, no município de Rondonópolis (MT), enfrenta problemas de estrutura e de fornecimento de energia elétrica para a realização de ações educativas à população da região. Diante deste fato, o deputado Delegado Claudinei apresentou indicação de n.º 3.877/2020 para a Secretaria de Infraestrutura da Prefeitura Municipal e ao governo de Mato Grosso para resolverem essa situação.

De acordo com a presidente da Associação e professora aposentada Maria do Carmo, o espaço garantia para que a comunidade pudesse participar de importantes cursos de capacitação. “Infelizmente, a prefeitura de Rondonópolis tirou a nossa energia e, isso, vem nos impedindo de realizar os cursos para os moradores. Tanto que já perdemos um importante curso do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) que aconteceria por agora, por falta de energia. O nosso trabalho é na linha de incentivar as pessoas para terem o seu próprio negócio”, explica.

Ela conta que no local não tem energia elétrica desde novembro de 2019. Em relação a parte estrutural do imóvel é preciso fazer algumas adequações, como pintura, colocar novas portas devido arrombamentos, instalação de novos canos de água devido terem sido destruídos, utensílios domésticos que foram roubados e a retirada da vegetação que está grande.

“Avalio a importância deste Centro Comunitário para este bairro de Rondonópolis. Parabenizo dona Maria do Carmo por essa iniciativa de levar educação com cursos de capacitação. E, claro, para continuar este trabalho é preciso adequação do local e energia elétrica. É importante resolver essa situação, já que há importantes trabalhos do movimento comunitário que promove o desenvolvimento local, social e a promoção da cidadania”, posiciona Claudinei.

Maria do Carmo aposentou como educadora nos três níveis de ensino, sendo o infantil, fundamental e médio. Ela conta que atualmente faz dois cursos superiores de Ciências Contábeis e Direito e tem uma grande satisfação de levar educação para aqueles que mais precisam e, assim, proporcionar oportunidades de trabalho.

A Associação de Moradores do Bairro Santa Clara I foi criada em 1987. Atualmente, conta com sete bairros e cerca 2.500 famílias.