Câmara Setorial debate plano estratégico a favor da inclusão de pessoas com deficiência

Definir as metas e estabelecer ações para retomada dos trabalhos foram as principais questões tratadas no encontro

Foto: Marcos Lopes/ALMT

Definir as metas e estabelecer ações para retomada dos trabalhos foram as principais questões discutidas durante a primeira reunião do ano da Câmara Setorial Temática (CST) que tem como objetivo discutir e propor políticas para a inclusão efetiva das pessoas com deficiência (PcD) em Mato Grosso. O encontro, realizado na manhã desta segunda-feira (10), contou com a participação dos membros por meio de plataforma digital para deliberações e votação das estratégias.

Foram discutidos temas como atualização do número de pessoas com deficiência no estado, dos órgãos ou entidades de apoio existentes e das leis vigentes e projetos em tramitação que tratam sobre o tema, bem como o mapeamento dos sistemas de ensino com oferta de atendimento diferenciado e ofertas de vaga no mercado de trabalho para PCDs. Esses pontos serão tratados como meta para elaboração do relatório que vai servir de base para propor políticas e ações públicas que efetivamente promovam a inclusão social das pessoas com deficiência em todos os âmbitos da vida social.

“Vivemos um momento com muito mais restrições, o que ocasionou também um aumento dos desafios para as pessoas com deficiência”, destacou a presidente da CST, defensora pública Cleide Regina Ribeiro. Segundo ela, o esforço de reunir pessoas tão diferentes, de diferentes áreas de atuação se faz ainda mais importante para o objetivo de construir soluções que ampliem as condições de inclusão social das pessoas com deficiências.




A presidente fez questão de destacar que mesmo diante da gravidade do momento de enfrentamento da pandemia de Covid-19, que já resultou em mais de 400 mil mortos no país, sendo mais de 10 mil só em Mato Grosso, o retorno dos trabalhos também se faz necessário para levantar dificuldades pós-pandemia que precisam ser analisadas, além de todo estudo que já vem sendo feito, para compor as propostas de políticas públicas.

A próxima reunião ficou agendada pra o dia 31 deste mês, ainda por meio de plataforma digital.