Ação emergencial da LBV leva doações a famílias de Nossa Senhora do Livramento

Por meio de sua campanha LBV — SOS Calamidades, a Legião da Boa Vontade continua socorrendo às populações mais vulneráveis afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

Além de amparar as famílias em vulnerabilidade social atendidas em seus serviços e programas socioeducacionais, a LBV também está auxiliando famílias em risco alimentar amparadas por organizações parceiras, oferecendo a elas cestas de alimentos e kits de material de limpeza e de higiene, além de outros itens essenciais à sobrevivência para que não passem fome e se previnam da Covid-19.

Em Nossa Senhora do Livramento/MT, 200 famílias em situação de vulnerabilidade social, de 10 comunidades rurais, foram beneficiadas com a cestas de alimentos da LBV.



Famílias que nesse momento de pandemia e isolamento social, tiveram sua renda completamente afetada, como a senhora Tereza clementina, de 61 anos, que mora na comunidade quilombola do Mata Cavalo de baixo e nos contou.

“Aqui temos a dificuldade de alimentos, o que plantamos deu pouco e já acabou. Agente aqui do mato, depende muito do que vem da cidade e esses alimentos que vocês estão trazendo aqui pra gente hoje, é coisa de Deus, que mandaram vocês aqui pra trazer esses alimentos pra mim pois estava precisando muito! Chegou em uma boa hora e estou muito feliz! Eu agradeço a Deus e a todos que estão colaborando e ajudando, que Deus dê vida, saúde e muito mais para essas pessoas para que elas continuem ajudando. Nós aqui da comunidade, precisamos muito”, declarou.

Vanda de Arruda, 43 anos, é dona de casa e reside na Comunidade de Campo Alegre de baixo no município de Nossa Senhora do Livramento/MT, se emocionou ao contar da importância do apoio da LBV para ela nesse momento. 

“Aqui moramos de favor, somos em 8 pessoas na casa, 6 crianças e dois adultos. Aqui quem trabalha para o sustento da casa é meu esposo que faz serviços nas fazendas, mas nesse momento ele está desempregado. É difícil! mas tem que ter fé em Deus pois nem podemos sair de casa. E temos que ir tentando sobreviver. Nós estávamos aqui sem nada pra comer, mas graças a Deus vocês que vieram trazer essa cesta aqui pra nós! Quero agradecer a cada um que ajudou que Deus dê muita saúde pra vocês”, contou.

Para contribuir, basta acessar o site www.lbv.org e doe quantas cestas e quantos kits você puder. A doação é simples, rápida e segura. Caso prefira, faça uma doação em nome da Legião da Boa Vontade (CNPJ 33.915.604/0001-17), via conta bancária: Bradesco (Agência: 0292-5 — C/C: 92830-5); Itaú (Agência: 0237 — C/C: 73700-2); Banco do Brasil (Agência: 3344-8 — C/C: 205010-2); Caixa Econômica Federal (Agência: 1231 — operação: 003 — C/C: 100-0); ou Santander (Agência: 0239 — C/C: 13.002754-6).

Acompanhe o vídeo LBV é Ação!: https://www.youtube.com/watch?v=Zv5IrKtKLRQ

Saiba mais sobre a LBV: www.lbv.org

YouTube: https://www.youtube.com/lbvbrasil

Facebook: https://pt-br.facebook.com/LBVBrasil/

Instagram: https://www.instagram.com/lbvbrasil/?hl=pt-br

A LBV agradece a todos que estão colaborando!

Sobre a LBV

A Legião da Boa Vontade é uma instituição filantrópica, sem fins econômicos, de caráter educacional, cultural e de assistência social. Fundada no Brasil, em 1950 (Dia da Confraternização Universal), a LBV possui Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas) e também representação na Organização das Nações Unidas (ONU), no Departamento de Comunicação Global (DCG) e no Conselho Econômico e Social (Ecosoc), neste com o status consultivo geral, onde contribui com recomendações e boas práticas socioeducacionais. A LBV mantém, nas cinco regiões brasileiras, 82 unidades de atendimento sendo abrigos para idosos; Centros Comunitários de Assistência Social; escolas de Educação Básica; e Escola de Capacitação Profissional que atendem crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos, gestantes e famílias em situação de vulnerabilidade social. Com mais de 13,6 milhões de atendimentos e benefícios prestados anualmente, a LBV trabalha permanentemente para melhorar a realidade de milhares de pessoas e famílias em todo o país.