Vinte mulheres estão realizando curso de confeitaria na Casa de Sarita

Picture of Secom/VG

Secom/VG

Vinte mulheres estão realizando curso de confeitaria na Casa de Sarita

Compartilhe:

Confeitaria é mais um curso de capacitação profissional que compõem o programa da gestão Kalil Baracat – Qualifica + VG – que visa capacitar pessoas para o mercado de trabalho, além de incentivar o empreendedorismo. Vinte alunas estão sendo treinadas. A formação está sendo realizada na Casa de Sarita, cuja ação é realizada em parceria com o Sistema Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), por meio do programa Capacita Mato Grosso.

“Graças a essas parcerias o município de Várzea Grande  está sendo contemplado com vários cursos de capacitação e em vários setores, e quem ganha com isso é a população local, que tem a chance de se especializar em uma determinada área de atuação, aumentando as chances de serem inseridas no mercado de trabalho. Cada vez mais as empresas estão recrutando mão de obra apta para a função, por isso a importância do trabalhador estar preparado e ter condições de concorrer a vaga de emprego”, destacou a secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira.

Quanto ao curso de confeitaria, a gestora disse que o setor de alimentação tem fortalecido no município e que treinamentos estão ocorrendo em várias regiões da cidade, a exemplo da Casa de Sarita que está abrigando uma turma dedicada em aprender  a arte da confeitaria, que é a mais nobre que existe, pois adoça o paladar e o coração.

A instrutora do SENAI, Aline Alves, explicou que na primeira semana começou com aula teórica com o planejamento e manipulação de  alimentos, planejamento de cardápio e a precificação de produtos. “Nesta fase de aulas práticas elas estão aprendendo bolos caseiros e bolos confeitados até o fim de semana. Nas etapas seguintes elas estarão aprendendo outras receitas. E estaremos concluindo essa capacitação com a confecção de panetones, já pensando nas festas de fim de ano”, comentou.

Diferente de vários cursos que já ministrou, Aline Alves disse que as alunas da Casa de Sarita são dedicadas e curiosas e querem mesmo fazer, colocar a mão na massa, não tem preguiça e o mais importante, querem se empreender. “Esta capacitação está sendo muito especial, pois estar perto delas é gratificante. A área de alimentação tem muito potencial para crescer e Várzea Grande tem muito espaço. Um dos desafios deste setor é com relação a compra dos insumos que são caros e que podem aumentar o consumo, e a parte da venda do produto. Mas elas, ao concluir o curso, estarão preparadas e poderão até se empreenderem”.

Quanto a Casa de Sarita ela destacou que o lugar é incrível porque tem um espaço que as mulheres precisavam para ter acesso e conseguir entrar no mercado de trabalho. “Aqui é um lugar que dá oportunidade para quem de fato precisa. o curso de confeitaria é um pouco caro, e se não fosse essa casa, muitas delas sequer teriam a oportunidade de fazer. E eu aqui estou dando o melhor de mim, por todas elas”, assegurou.

A aluna Francisca Guia da Costa, moradora do bairro São Simão, disse que resolveu fazer o curso de confeitaria porque já tem alguma afinidade com a área, e trabalha com a venda de bolos caseiros. “Eu quero me aperfeiçoar neste setor e fazer melhor os bolos para as pessoas que compram de mim. Um dos desafios tem sido fazer os recheios e as formas de preparo, mas estou atenta a todos os detalhes”, comentou.

Rosangela Maria, moradora do bairro Nova Fronteira também está animada com o curso e está aprendendo novas técnicas. “Meu marido é padeiro e eu também quero me empreender neste setor. No futuro quero montar o meu próprio negócio. Eu já trabalho com comidas e agora estou me capacitando no setor de confeitaria e quero trilhar novos caminhos”.

Já a aluna Francisca Adara Arruda Honório, moradora do bairro Don Diego disse que viu no curso de confeitaria uma oportunidade de entrar no mercado de trabalho. “Estou desempregada e tenho três filhos, então resolvi me inscrever e aprender essa função. Tenho um  curso na área de alimentação e que eu sempre quis fazer, o de salgados, e agora estou no de confeitaria, que é excelente. O meu sonho é ser uma confeiteira de mão cheia e, futuramente, montar minha empresa e poder dar emprego a outras pessoas, gerar renda e  oportunidade, igual a que eu estou tendo aqui na Casa de Sarita”.

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também