Vazamento e pragas são alguns problemas da falta de manutenção da fossa

Picture of Mike Alves

Mike Alves

Foto: Freepik

Vazamento e pragas são alguns problemas da falta de manutenção da fossa

Compartilhe:

As manutenções periódicas na rede hidráulica de um imóvel visam avaliar o funcionamento das tubulações, do sistema de esgoto, fazer a limpeza e sanar possíveis danos. Na fossa séptica, por exemplo, as checagens são também fundamentais para evitar problemas futuros à saúde, garantir qualidade de vida e preservar o meio ambiente.

As fossas são tanques subterrâneos localizados em empresas e residências que recebem os dejetos oriundos das pias e banheiros. Nelas, ocorre a separação dos resíduos sólidos e a liberação da parte líquida para a rede de esgoto da região. No entanto, esse tratamento não ocorre completamente e necessita de manutenções para os recipientes continuarem executando sua função.

Uma simples obstrução ou a falta de limpeza das fossas pode gerar um transtorno grave para o imóvel. Cabe ressaltar que a manutenção deve ser realizada por empresas especializadas no serviço de limpa fossa, uma vez que é necessário o uso de produtos e técnicas específicas.

Riscos da falta da manutenção da fossa

Quando fossas não são higienizadas regularmente, os resíduos sólidos se acumulam no fundo e formam uma camada que dificulta a decomposição e o fluxo da rede de esgoto.

Esse acúmulo de dejetos nos recipientes pode levar a entupimentos, causar transtornos aos moradores e também comprometer a estrutura da fossa. Por esse motivo, é normal que a falta de higienização dos tanques esteja relacionada a casos de mau-cheiro, vazamentos e proliferação de pragas urbanas.

Mau-cheiro

A presença do mau-cheiro é um dos problemas que mais causam incômodo e um dos riscos que a falta de manutenção da fossa pode trazer. Quando os dejetos não estão sofrendo o processo de decomposição correto, devido ao acúmulo de resíduos nos tanques, eles podem emanar vapores que causam desconforto aos moradores da residência.

Esse cheiro pode ficar ainda pior com os dias de chuva ou de muito calor, quando o armazenamento da fossa chega ao seu limite.

Vazamentos

A não realização da manutenção da fossa também pode causar uma sobrecarga no sistema de esgoto, levando ao entupimento dos canos. Além disso, também pode acontecer vazamentos indesejados. Esses episódios ocorrem quando a capacidade da fossa é excedida e os dejetos líquidos presentes transbordam.

Por esse motivo, pessoas que não realizam a limpeza dos tanques costumam notar o vaso sanitário devolvendo o material após a descarga ou a presença de poças na superfície dos ralos. Importante ressaltar que esse vazamentos não causam apenas desconforto aos moradores do imóvel, pois esses líquidos podem se infiltrar no solo e contaminá-lo, trazendo problemas para o meio-ambiente e a saúde pública.

Proliferação de pragas e doenças

O cheiro forte de esgoto e os vazamentos causados pela falta de higienização da fossa podem ser desagradáveis para os humanos, mas são atraentes para muitas pragas urbanas. Os resíduos oriundos do recipiente são um verdadeiro banquete para insetos e o odor torna o local ambiente ideal para a proliferação de pragas nocivas à saúde.

Uma vez instalados no imóvel, remover pragas é trabalhoso, sendo necessária a ajuda de alguma empresa de dedetização. Vale lembrar que, além dos visitantes indesejados, a falta de limpeza da fossa também pode beneficiar o aumento de bactérias causadoras de doenças perigosas aos humanos e animais domésticos.

Como funciona a manutenção da fossa?

A limpeza da fossa é uma tarefa fundamental para os sistemas de esgoto e pode evitar entupimentos, vazamentos e problemas ambientais. Com o passar do tempo, os tanques recebem resíduos sólidos e líquidos provenientes de lavagem de roupas e louças, banhos, descargas no vaso sanitário e uso das pias do banheiro e cozinha.

Esses resíduos, na maioria das vezes, são eliminados naturalmente pelo sistema da fossa, mas ainda assim podem se acumular nos recipientes e gerar transtornos na rede de esgoto. O serviço de limpa fossa consiste na remoção e tratamento desses resíduos acumulados, garantindo seu bom funcionamento.

Por esse motivo as manutenções das fossas não devem ser efetuadas apenas corretivamente, mas também de forma preventiva. Os tanques em que esses resíduos são armazenados devem ser higienizados de forma regular, seguindo as orientações dos fabricantes.

Embora muitos moradores realizem sozinhos a limpeza das fossas, é importante ressaltar que é fundamental contratar uma empresa especializada no serviço. Esses profissionais sabem a forma correta de remover os resíduos acumulados, seguindo recomendações necessárias para garantir que os dejetos sejam descartados corretamente sem causar danos a saúde pública e meio-ambiente.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp