Todo os carros ligarão para resgate após acidente

todo os carros ligarão para resgate após acidente

Todos os automóveis e comerciais leves novos na Europa serão obrigados a ter sistema que faz ligação automática para o resgate em caso de acidente. O parlamento europeu aprovou a lei na terça-feira (28) e definiu o prazo limite em 31 de março de 2018.
A Comissão Europeia acredita que o sistema vai reduzir o tempo de chegada da ambulância pela metade em áreas rurais e em 60% em áreas urbanas. A expectativa é de reduzir as mortes no trânsito em 10%.
No ano passado, 25,7 mil pessoas morreram em acidentes na União Europeia, que tem quase 500 milhões de habitantes no total. No Brasil, que tem menos da metade (200 milhões), o número ficou acima de 40 mil nos últimos anos, segundo o Ministério da Saúde.
Enquanto a tecnologia se torna obrigatória na Europa, um sistema similar chegou ao país apenas em 2012 com a Volvo, que possui uma central própria para atender as chamadas, com custo adicional ao proprietário depois de 2 anos de uso.
No ano passado, a Ford lançou o novo Ka, que pode ser equipado com Assistência de Emergência Sync, no entanto, é necessário ter um smartphone (com sinal) pareado por Bluetooth no momento do acidente para que a ligação ao 192 se efetue.
ECall
Já adotado em diversos países em fase de testes, o modelo europeu é chamado de eCall e não requer um telefone do passageiro. Ele liga automaticamente para o número de emergência (112) após os sensores do carro indicarem um acidente.
A localização do carro é indicada por meio de GPS e um atendente do centro de resgate mais próximo entra em contato com os passageiros por meio de viva-voz para determinar a gravidade do acidente e o número de pessoas. Caso ninguém responda, uma ambulância é enviada imediatamente.
Também é possível acionar o resgate por meio de botão SOS no painel do veículo, o que pode ser útil caso não seja o seu carro que sofreu acidente. Se você presenciar um acidente, basta apertar o botão.
Privacidade
De acordo com a lei aprovada pelo parlamento, o eCall não terá custo algum ao proprietário e saíra de fábrica em todos os carros e comerciais leves novos, obrigatoriamente a partir de abril de 2018.
Como possui localização por GPS, o projeto levantou discussão sobre rastreamento em tempo real do veículo, assim como ocorreu no Brasil com o chamado "dispositivo antifurto" – por aqui a Justiça barrou a implantação.
Na Europa, os dados do veículo serão protegidos até o momento do acidente e os centros de atendimento de emergência são proibidos de compartilhar as informações com terceiros, sem consentimento do motorista. O sistema também está preparado para deletar os dados.
A Comissão Europeia vai avaliar se amplia a obrigatoriedade do sistema de segurança para ônibus e caminhões daqui a 3 anos.