Bandidos explodem agências bancárias e fazem reféns gerando pânico em Criciúma. Assista ao Vídeo

Fotos: Redes Sociais

O assalto de grandes proporções a agências bancárias em Criciúma na madrugada desta terça-feira (1º), mobilizou a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Conforme o delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Koerich, equipes se deslocam até o município ainda no início da manhã para auxiliar nos trabalhos.

O delegado afirmou que o poder público “não tolera ações dessa natureza em Santa Catarina”. Ainda segundo Koerich, Santa Catarina pedirá auxílio para Rio Grande do Sul e Paraná para a localização dos envolvidos no crime.

O Crime




Em ação visivelmente organizada, dezenas de bandidos a bordo de veículos de luxo cercaram os acessos do município e renderam populares e funcionários municipais que realizavam a limpeza das ruas.

Segundo informações, duas pessoas ficaram feridas: um vigilante e um policial militar. A ação, até por ter sido realizada em uma área central, começou a ser divulgado em redes sociais desde os primeiros minutos da madrugada.

Prefeito pede que as pessoas fiquem em casa.

Segundo o prefeito Clésio Salvaro (PSDB), ao menos dez veículos tomaram a direção Sul, rumo a Porto Alegre, por vias alternativas. Imagens deram conta de uma passagem no município de Nova Veneza, cerca de 20 km de Criciúma.

Vias fechadas

Em um outro indício de uma trama elaborada, os bandidos trataram de incendiar um veículo no acesso ao túnel do Morro do Formigão, no quilômetro 338 da BR-101, direção Sul, que liga o município de Tubarão até Criciúma. O objetivo, relatou o prefeito, foi impedir a chegada de reforço de outros municípios.

Não há informações oficiais sobre quais são as agências assaltadas.

Em contato com o delegado Albert Dieison Silveira, da SAER-Fron (Serviço Aeropolicial de Fronteira), ele limitou-se a dizer que deve se deslocar até Criciúma nas primeiras horas da manhã.

Assista ao vídeo da ação dos bandidos