Saúde indígena ganha nova estrutura em Rondonópolis

Povos indígenas da região de Rondonópolis devem contar, em breve, com uma Casa da Saúde Indígena (Casai) totalmente reformada. As instalações foram visitadas nesta sexta-feira (21.06) pela secretária Especial de Saúde Indígena, Sílvia Waiãpi, o coordenador distrital de Saúde Indígena, Argon Hachmann, e o senador Wellington Fagundes.

Localizada em Rondonópolis, a Casai vai atender aos povos Boe Bororo da região com mais qualidade. Segundo as lideranças indígenas, as novas instalações serão fundamentais para o atendimento em saúde, já que grande parte da população Bororo estava obrigada a solicitar o apoio da prefeitura local quando surgia algum problema de saúde.

“A rede pública de saúde já está sobrecarregada e muitos indígenas ficavam esperando muito tempo pelo atendimento. Com o Casai, o atendimento vai melhorar muito”, prevê a secretária Especial de Saúde Indígena.

Recebido com festa e canções tradicionais, o senador foi lembrado por ser o responsável, enquanto deputado federal, em viabilizar um poço artesiano na aldeia Tadarimana, localizada a 27 km de Rondonópolis. Com isso, houve uma redução na mortalidade infantil, garantindo também mais saúde para todos.

Wellington Fagundes sugeriu às lideranças indígenas um projeto para viabilizar um armazém, onde seriam comercializadas peças artesanais e produtos da agricultura indígena. “Também vamos conversar sobre a possibilidade de maior acesso dos indígenas aos cursos da universidade”, disse o senador.

Depois de visitar a Casai, a secretária e o coordenador distrital foram até a aldeia Jarudore, em Poxoréu, para discutir projetos de desenvolvimento sustentáveis.