Sanear pede que moradores fiquem espertos com visitas de falsos funcionários da empresa


O Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear alerta a população sobre os cuidados que todos devem ter com pessoas que, alegando ser funcionários da empresa, visitam as residências e comércios com o objetivo de praticar atos ilícitos, seja pedindo dinheiro para a “solução” de algum problema ou até mesmo para praticar um assalto.

Muitos chegam mesmo a vestir-se como funcionários do Sanear, falsificar crachás de identificação e formulários da empresa, adotando discursos bastante convincentes para a prática de seus crimes. Na maioria das vezes, após alerta realizado, os falsos funcionários param de agir em determinada região, onde a população está prevenida.

Recentemente, um homem alegando ser funcionário do Sanear, abordou moradores do bairro Vila Rica, pediu informações pessoais e reagendando uma nova visita, desta vez para batizar a água do morador com um produto levado por ele.

Reforçamos o alerta para que, ao identificar situações semelhantes, que o morador entre em contato imediatamente com a Central de Atendimento 0800 647 2442 verificando se a autarquia está com alguma programação do tipo. Caso a resposta seja negativa, informar a Polícia pelo telefone 190.

É importante saber que:

– não há nenhum tipo de serviço que obrigue o funcionário do Sanear a entrar no imóvel do morador;

– o Sanear não faz visita surpresa aos imóveis. Todos os contatos são agendados, normalmente em atendimento a uma solicitação do próprio morador. Mesmo a ação de leitura / entrega da conta é feita em data conhecida, além de não ser necessário que o profissional do Sanear entre no imóvel (claro, o hidrômetro deve estar instalado corretamente, permitindo sua perfeita leitura);

– mesmo nas visitas agendadas, o morador deve solicitar a identificação do empregado, que obrigatoriamente deve estar uniformizado e com crachá, e, principalmente, o documento indicando o trabalho a ser realizado. Caso o cliente não tenha solicitado o serviço indicado ou tenha dúvidas com relação aos funcionários que se apresentam em seu imóvel, deve entrar em

contato com o número de telefone do Sanear, que consta na sua conta de consumo e confirmar os serviços;

– no caso dos leituristas, há a utilização de crachá na altura do peito, com os nomes da empresa e do empregado, foto recente 3×4, RG ou CTPS. O uniforme se caracteriza como calça azul escura e camiseta verde clara;

– os funcionários de outros setores utilizam uniformes que variam de acordo com a sua função, mais a maioria deles usa uniforme azul marinho, com a marca do Sanear ou da empresa contratada COMSER no peito;

– nenhum serviço do Sanear é cobrado pela equipe que o executa. Se a ação tiver algum custo para o ocupante do imóvel, o valor será cobrado na próxima conta, com especificação correta de qual serviço foi executado ou por meio de taxa paga junto ao órgão. Os empregados estão orientados a não aceitar qualquer dinheiro que lhes seja oferecido;

– o Sanear não executa serviços internos nos imóveis. Normalmente os falsos funcionários abordam os clientes dizendo terem identificado um vazamento na parte interna, que estão ali para consertá-lo e, assim, precisam entrar no imóvel para realizar o serviço. Não aceite essa desculpa e avise imediatamente a Central de Atendimento 0800 647 2442 ou até mesmo a Polícia.