Samu de Rondonópolis recebe mais de 8 mil trotes por mês

ter um ápice de prazer por dia reduz em 22% chances de desenvolver câncer de próstata, revela estudo

O SAMU- Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Rondonópolis, que atende a demanda da cidade e quatro municípios da região, sofre constantemente com falsas chamadas.

De acordo com Israel Paneago, coordenador regional do órgão, o Samu recebe via 192 em média 11 mil ligações por mês, dessas 80% são trotes.

“Todos os dias recebemos trotes, um atrás do outro, isso causa um estresse aos atendentes, prejudica quem realmente precisa do serviço e congestiona nosso sistema de chamadas de forma desnecessária”, explica.

Paneago explica que a situação é tão preocupante que viaturas já foram deslocadas da cidade para rodovia. “Recebemos um chamado e mandamos uma ambulância para a estrada, quando a equipe chegou no local foi constatado que o suposto acidente era mais um trote”, comenta.

Israel declarou, que épreciso que a população se consientize que trote é crime,e que vidas podem ser salvas através de nossos serviços.

De acordo com artigo 340 do Código Penal brasileiro, o trote telefônico é crime, com pena de detenção, que varia de um a seis meses, ou multa.