Rondonópolis recebe Selo Prata na luta contra transmissão vertical do HIV

Picture of Rafaela Lima

Rafaela Lima

Rondonópolis conquista o Selo Prata em direção à eliminação da transmissão vertical do HIV.
Foto: Reprodução

Rondonópolis recebe Selo Prata na luta contra transmissão vertical do HIV

Compartilhe:

O Ministério da Saúde entregou certificados e selos de boas práticas a quatro estados e 73 municípios brasileiros, marcando avanços significativos na prevenção da transmissão vertical de HIV e/ou sífilis. Rondonópolis-MT foi reconhecida com o Selo de Boas Práticas Rumo à Eliminação da Transmissão Vertical de HIV, na categoria prata.

A transmissão vertical, que ocorre da mãe para o bebê durante a gestação, parto ou aleitamento, permanece uma preocupação de saúde pública. Para prevenir esse tipo de transmissão, é crucial que as gestantes realizem o pré-natal, com todos os testes e cuidados disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). O SUS oferece insumos para prevenção, diagnóstico e tratamento, como preservativos, testes rápidos e laboratoriais, fórmula láctea, antibióticos e antirretrovirais.

Além disso, outros estados também foram reconhecidos pelo avanço na eliminação da transmissão vertical. São Paulo e Paraná alcançaram a eliminação da transmissão vertical de HIV, conquistando também o Selo Bronze em Sífilis. Já o Distrito Federal e Sergipe receberam o Selo Prata para HIV.

Dos 73 municípios contemplados em 2023, 45 receberam alguma certificação para o HIV, três para sífilis, e 25 foram reconhecidos com certificado ou selo duplo para ambas as condições. Vale ressaltar que o município de Toledo, no Paraná, alcançou a eliminação dupla de HIV e sífilis. Ao todo, 90 municípios e quatro estados solicitaram a certificação.

Comparando com o ano anterior, em 2022, houve um aumento expressivo de 70% no número de cidades certificadas, evidenciando os esforços e avanços significativos na prevenção da transmissão vertical.

Veja também: Mais de 1,4 mil pacientes com HIV abandonaram tratamento em MT e SES alerta para importância do cuidado em saúde

Fique por dentro de todas as matérias na íntegra, acompanhe o Instagram e Twitter do Primeira Hora.

Deixe um comentário

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp