Remanejamento de vagas vai aumentar número de atletas beneficiados com bolsa-atleta

Atletas em comemoração na etapa nacional dos Jogos Escolares - Palmas/TO - Foto por: COB

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) vai remanejar as vagas não preenchidas do programa Olimpus para aumentar o número de atletas beneficiados pelo bolsa-atleta. As vagas remanescentes serão ocupadas dentro das limitações orçamentárias.

Na categoria Base Olímpica serão beneficiados os atletas que participaram da última etapa nacional dos Jogos Escolares da Juventude, Jogos Escolares Brasileiros e Paralimpíadas Escolares Nacionais, que nas disputas obtiveram da sétima à décima colocação. Os atletas também devem continuar a treinar e participar de futuras competições oficiais no ano subsequente, representando o Estado de Mato Grosso.

Entre os atletas que obtiveram da quarta a sétima colocação e que continuem em atividades esportivas oficiais, de cada equipe serão selecionados pelo técnico e por um representante da secretaria adjunta de Esportes da Secel os atletas de destaque que receberão a bolsa.




Para atleta destaque serão priorizados aqueles com idade entre 12 e 16 anos que participaram da última Etapa Estadual dos Jogos Escolares da Juventude ou Jogos Escolares Mato-grossenses organizados pela Secel. As vagas remanescentes serão disponibilizadas para os atletas que participaram do calendário oficial de competições estaduais organizadas pelas Federações Desportivas Mato-grossenses, nas modalidades coletivas e individuais, forem escolhidos pela direção técnica e de arbitragem da modalidade, com validação Secel como destaques nas respectivas modalidades.

Na categoria Atleta Nacional, a modalidade Individual terá esportistas com idade a partir de 14 anos, de modalidades preferencialmente olímpicas e paralímpicas disputadas no ano anterior do principal evento da temporada preestabelecido no calendário de sua respectiva Confederação e ratificados no edital da Secel ou que integrem o ranking nacional final da temporada.

Nesses casos, serão considerados da primeira à 6ª sexta colocação.  Os atletas também devem continuar a participar de futuras competições oficiais nacionais no ano subsequente, representando o Estado.

Também em nível Nacional em modalidade Coletiva, terão atletas a partir de 14 anos preferencialmente olímpicas e paralímpicas que participaram no ano anterior do principal evento da temporada preestabelecido no calendário de sua respectiva Confederação e ratificado no edital da Secel.

Para isso, os atletas precisam obter da primeira à terceira colocação, sendo selecionados pelo técnico da equipe e com validação da Secel, entre os três atletas de destaque que receberão a bolsa e que continuem a participar de futuras competições oficiais nacionais no ano subsequente, representando Mato Grosso.

A bolsa-atleta poderá sofrer alterações de acordo com a dotação orçamentária do Fundo de Desenvolvimento Desportivo do Estado de Mato Grosso (FUNDED) e da Secel, conforme previsão na Lei Orçamentária Anual.