Quadrigêmeos que perderam a mãe vão para casa após 37 dias na UTI

| guiratinga | prefeitura amplia distribuição de água no distrito do alcantilado

Os bebês quadrigêmeos, que nasceram no dia 7 de fevereiro, já estão em casa. Eles estavam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular de Cuiabá para ganhar peso. A mãe deles faleceu logo depois do parto. Em casa desde a semana passada, os quadrigêmeos mudaram a rotina do pai, o empresário Sandro Mota.

“Tenho que fazer mamadeira, dar banho, fazer arrotar”, contou. Em entrevista à Centro América FM, ele contou que tem seguido o conselho dos médicos e amamentado os bebês de três em três horas.

Ele tem alternado entre dar leite materno – fruto de doações – e leite em pó especial para recém-nascidos. A morte da mãe, menos de 24 horas após o parto, mobilizou centenas de mulheres numa campanha de doação de leite materno. O pai dos bebês disse que não esperava que a comoção das pessoas. "Não esperava a mobilização de tantas pessoas, não só de Cuiabá, mas do Brasil inteiro. Até pessoas do exterior entraram em contato conosco”.

Comovido, Sandro Mota disse que conversava com a mulher durante o parto e contava sobre os filhos. "Dizia que estavam todos bem, grandes. E ela estava alegre”, relatou. Conforme o empresário, ela estava muito contente. “Quando a enfermeira trouxe os quatro para perto, ela sorriu muito”.

Após o procedimento cirúrgico a mãe dos bebês foi encaminhada para a UTI de outra unidade hospitalar para outros procedimentos. “Cheguei a visitá-la na UTI. Até então estava tudo tranquilo”, contou. Segundo o empresário, o obstetra da mulher chegou a visitá-la. “Ele chegou por volta de 10h. A fatalidade aconteceu as 11h e 30 min”, contou. Sandro Mota, explicou que não quis realizar a autópsia. "Por mim não justificaria a morte dela. Creio que Deus a levou e que ela está em um bom lugar”, afirmou.

Em lágrimas, ele explica que os filhos são a sua herança. “Eles são meu tesouro. São muito amados pelos avós, tias. E eu deposito todo meu amor na vida deles. Não que vá suprir o amor de mãe, mas o que eu puder fazer, vou fazer”.

Ele disse se sentir muito grato às pessoas que abraçaram a causa e ajudaram os filhos dele. “Deus há de abençoar a família de todos que ajudaram. Ele não vai deixar faltar nada a quem se dispôs”. Os quadrigêmeos são resultados de uma inseminação artificial feita na mesma maternidade em que ficaram internados.