Políticos homenageiam Cuiabá e seu povo e falam em união de esforços para solucionar problemas

Políticos homenageiam Cuiabá e seu povo e falam em união de esforços para solucionar problemas
MAURICIO BARBANT / ALMT

Uma sessão solene realizada nessa sexta-feira (12), pela Assembleia Legislativa, em parceria com o Senado Federal e a prefeitura da capital marcou as comemorações pelos 300 anos de Cuiabá.  Os representantes das três esferas políticas Wellington Fagundes- PR (Senado); Eduardo Botelho – DEM (Legislativo mato-grossense); Emanuel Pinheiro -MDB e Misael Galvão-PSB  (prefeito e presidente da Câmara de Cuiabá, respectivamente), foram unânimes em citar as riquezas cuiabanas, mas também em defender uma união de esforços em prol do desenvolvimento da capital e para uma solução urgente para a questão da saúde, especialmente pela reabertura da Santa Casa de Misericórdia.

“A Asssembleia Legislativa já vem fazendo algumas audiências públicas para debater a realidade cuiabana e agora, com esta sessão, vamos falar das coisas boas e também colocar os anseios, aquilo que queremos para nossa Cuiabá”, disse o presidente Eduardo Botelho, elencando itens como geração de emprego e industrialização e desejando que a capital mato-grossense “seja eixo de desenvolvimento do estado”. Para ele, é hora de comemorar: “vamos celebrar a Cuiabá que fez 250 anos pequena, sem estrutura e registrou um grande crescimento nos últimos 50 anos”, emendou.

“Este é um momento muito especial para a nossa capital,  em que devemos reverenciar o seu passado, discutir o presente e planejar o futuro. O povo cuiabano tem sim muito a festejar. Contudo, não devemos dispensar a reflexão que se impõe diante  de uma metrópole que convive com um crescimento vertiginoso, com ruas tomadas pelo trânsito intenso de veículos e um espaço urbano que passa por transformações radicais”, ponderou Wellington Fagundes.  O senador fez uma retrospectiva da história da cidade, lembrando aqueles que aqui aportaram em busca de ouro e que juntos com os cuiabanos natos fizeram o crescimento e  desenvolvimento da capital mato-grossense. Por último, Fagundes falou da necessidade de uma união de esforços pela expansão de Cuiabá e demais cidades e defendeu a aprovação de um fundo para atender aos municípios.

“Cuiabá merece todas as homenagens” reconheceu o prefeito Emanuel Pinheiro, citando que o município comemora seus 300 anos inaugurando um novo hospital municipal.  Segundo ele, até o dia nove de maio, o Hospital Municipal de Cuiabá estará funcionando em sua capacidade total.

O presidente da Câmara, Misael Galvão, enalteceu o povo cuiabano e chamou a sociedade a uma reflexão: “o povo fez de Cuiabá a melhor cidade do mundo, com exemplos de superação e calor humano. Vamos construir com o povo participando junto, e refletir sobre os desafios”, disse.

As homenagens a Cuiabá também incluíram um vídeo institucional sobre Cuiabá produzido pela TVAL; a apresentação da Banda de Música da Polícia Militar que entoou os hinos de Mato Grosso e de Cuiabá; apresentação do coral da Assembleia Legislativa com as músicas  Guaraná, de Edna Maciel Vilarinho e Cuiabá, muito prazer, de Sá e Guarabira, além do lançamento de um selo comemorativo pelos Correios.

SANTA CASA

Sobre o principal problema de cuiabanos e mato-grossense, atualmente, a área de saúde, com agravamento pelo fechamento da Santa Casa de misericórdia, o presidente Eduardo Botelho lembrou que o problema é urgente,  que é hora de se resolver, com as partes envolvidas alocando os recursos necessários.

Já Fagundes ponderou que a decisão tem que ser do prefeito e da Câmara da capital, falou de suas articulações junto ao Ministério da Saúde para a alocação e liberação de recurso à Santa Casa e citou que  o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, está disposto a ajudar a reerguer a unidade hospitalar, mas pediu um relatório que demonstre quanto o hospital deve, a quem deve, quanto precisa para abrir suas portas e se reerguer e o que vai fazer com os recursos que forem disponibilizados.

Por, fim o prefeito de Emanuel Pinheiro se comprometeu a anunciar sua decisão na próxima segunda-feira (15/4). “ Vamos anunciar a decisão na próxima segunda-feira”, responder ao ser questionado pela imprensa.