PM começa a fiscalizar uso obrigatório de máscaras durante atividades físicas em parques de MT

A obrigatoriedade do equipamento de proteção individual está prevista na nº lei 11.110

A partir de hoje essa fiscalização se uma rotina nos parques públicos de todas as cidades - Foto por: PMMT

Desde as 6h30 desta terça-feira (12.05) policiais militares estão em parques públicos de Cuiabá e do interior do Estado fiscalizando o uso obrigatório de máscara facial durante a prática de atividades físicas.

A obrigatoriedade do equipamento de proteção individual está prevista no artigo 1º da Lei nº 11.110), que estabelece que “somente será permitida a circulação de pessoas em todo o território mato-grossense mediante utilização de máscara facial, ainda que artesanal”.

Todos os dias, das 6h30 até as 10h e das 16h até as 19h policiais militares estarão no entorno e dentro dos parques fiscalizando e orientando os frequentadores sobre a exigência legal adotada como forma de prevenir ou minimizar a transmissão do novo coronavírus, causador da Covid-19, uma doença infecciosa que afeta o sistema respiratório e órgãos vitais como coração, rins, entre outros. E que em Mato Grosso já matou 19 pessoas e contaminou mais de 500.

A escultura na entrada do parque recebeu uma máscara para lembrar os frequentadores que o o uso da proteção individual é obrigatório(Foto: PMMT)



O subchefe de Estado Maior da Polícia Militar, coronel Wankley Corrêa Rodrigues, explica que o objetivo principal dessa ação é conscientizar aqueles que vão aos parques em busca de melhores condições de saúde e condicionamento físico. Lembrá-los que o mundo está vivendo um período de calamidade, um momento que exige mudança de atitude e compreensão de todos.

Rodrigues destaca que os policiais vão orientar, porém têm autoridade para impedir o acesso ou solicitar que aquele que não estiver de máscara se retire do parque ou qualquer ambiente. “Essa são medidas extremas que não queremos adotar, especialmente porque acreditamos que todos nós estamos sujeitos a contrair o vírus e por isso também estamos preocupados e dispostos a adotar medidas de prevenção”, completa.

Foto: PMMT