MPF investiga fraudes em cotas raciais para ingresso no curso de medicina na UFR

Picture of Lucas Perrone

Lucas Perrone

MPF investiga fraudes em cotas raciais para ingresso no curso de medicina na UFR

Compartilhe:

O Ministério Público Federal está investigando a possibilidade de fraude na declaração de cotas raciais por parte de estudantes de medicina, que passaram por processo de seleção para vagas disponíveis no campus da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR).

O curso de medicina é o mais disputado da instituição instalada em Rondonópolis.

De acordo com o site cuiabano Midianews o inquérito foi aberto pelo procurador federal Rodrigo Pires de Almeida. As supostas fraudas ocorreram no ano passado.

O site ainda diz que o procurador,  colheu informações em um procedimento inicial que destacava  “fraudes praticadas por estudantes, por meio de autodeclarações étnico raciais ocorridas em procedimento de ingresso no curso”.

O Midianews ainda informou que : “os alunos em questão já estão sendo investigados pela UFR por meio de processos disciplinares, que podem até mesmo levá-los à exclusão”

Os nomes dos estudantes ou a quantidade de matriculas efetuadas a partir das fraudes não foram divulgados.

 

 

Deixe um comentário

+ Acessados

Veja Também

Quer ser o primeiro saber? Se increve no canal do PH no WhatsApp