MEDIDAS RESTRITIVAS | Zé evita bater de frente com a classe empresarial

Foto: Gabinete de Comunicação/Prefeitura Rondonópolis

O prefeito José Carlos do Pátio (SD) não está disposto a derreter sua popularidade comprovada nas urnas. Corre nos corredores da Prefeitura de Rondonópolis, que o gestor municipal não vai editar um novo decreto municipal, acatando todas as vírgulas do decreto estadual 836/2021, que estabelece medidas mais restritivas para conter a pandemia da Covid-19.

As novas medidas, publicadas no Diário Oficial do Estado na segunda-feira (01), começaram a valer nesta quarta-feira (03). Até o momento, o município não fez qualquer movimento sobre um documento específico para a cidade.

Uma fonte afirmou ao Primeira Hora, que Zé do Pátio se sentiu injustiçado com as críticas da sociedade, depois das primeiras medidas tomadas no início da crise da pandemia, em março do ano passado.




A ideia é difundir o decreto estadual, uma vez que ele é impositivo e ficar bem longe do embate com os empresários. Quem ficou com essa missão foi a Procuradoria Geral do Município.

O órgão defende a aplicação do decreto estadual e mantém a validade do decreto municipal 9.938 de 25 de fevereiro.

A estratégia é deixar a pressão do setor produtivo bem longe de Rondonópolis se seguir com sua imagem em alta até 2022.