Mãe e filhas são trancadas no banheiro para facilitar ação dos suspeitos

6ºCR/PMMT

Policiais da Força Tática de Cáceres chegaram na residência, no bairro Guanabara, e avistaram dois elementos já do lado de fora da casa, se preparando para sair numa moto Biz. Um deles, ao avistar a polícia, fugiu pulando o muro dos fundos.

Eles trancaram as três vítimas no banheiro para que pudessem recolher os objetos, sendo que alguns foram encontrados no bolso da bermuda do primeiro suspeito detido. O fugitivo foi detido no mesmo bairro quando entrou no quarto de outra residência para roubar uma camiseta na tentativa de despistar os policiais.

C.R.P.R. J., 32 anos, estava em casa com suas duas filhas, às 19h30 de terça-feira (01.05), quando ouviu um barulho na porta da frente e em seguida o indivíduo Rafael Pinto de Souza, 20 anos, entrou com uma faca na mão ameaçando-as e mandando que fossem para o banheiro.






Ele agia com o comparsa José Claudio Pires da Silva, 23 anos, que disseram para as vítimas que se ligassem para a polícia algo pior iria acontecer e que queriam a chave da Biz e objetos de valor.

Amedrontadas, as vítimas foram para o banheiro e com o celular de uma delas conseguiram informar a polícia sobre o fato. Elas conseguiam ouvir um deles vasculhar objetos no fundo da residência.

Rafael confirmou os relatos da vítima e disse que conhece seu comparsa que fugiu do local pelo nome de João (na verdade é José) e pelo apelido de Gordo. Este o teria convidado há três dias para realizar o referido roubo. Cada um usou uma bicicleta para realizar a ação, ambas foram deixadas nas proximidades de um terreno baldio (matagal), já que eles terminaram o trajeto a pé, momento em que pularam a grade do muro para ter acesso à casa.

A vítima e o suspeito foram encaminhados para a Delegacia de Polícia.

Fugitivo tenta disfarçar

Enquanto o Boletim de Ocorrência era confeccionado, o Ciosp avisou que nas proximidades do roubo, no bairro Jardim Guanabara, um indivíduo, com as características do suspeito que fugiu, acabava de entrar em uma residência e furtado roupas na tentativa de despistar a polícia, mudando as vestes.

A segunda residência invadida pertence a E.A.S. P., 42 anos. Segundo ela, o sujeito, identificado como José Claudio Pires da Silva, entrou no local onde funciona também um estabelecimento comercial e foi para o quarto, pegando no guarda-roupa uma camiseta.

Ela gritou “ladrão, ladrão” e conseguiu atrair a atenção de pessoas que foram socorrê-la e acabaram agredindo o suspeito. Depois, os vizinhos chamaram a polícia. José Claudio confirmou ser um dos autores do roubo juntamente com Rafael, e que uma terceira pessoa, Sergio Herpe da Silva, 38 anos, que estava numa motocicleta daria apoio na fuga. O referido indivíduo  também foi preso.

No entanto, Sérgio disse que estava em sua casa quando a mãe de José, identificada como M.R.S., pediu para que ele fosse buscá-lo no bairro Guanabara, próximo de um bar e que ele foi até o local para fazer esse favor.

Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia.